Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santiago Norte: Banco de Sangue do HRSRV reúne-se com parceiros com foco na sustentabilidade da instituição (c/áudio)

Assomada, 17 Jun (Inforpress) – O Banco de Sangue do hospital regional de Santiago Norte reuniu-se hoje com os seus parceiros para delinearem uma “estratégia conjunta” para a sustentabilidade da instituição, que passa pelo aumento do número de doadores voluntários.

“(…) Neste momento já tivemos vários ganhos, mas há a necessidade de se manter a sustentabilidade do Banco de Sangue, particularmente no que tange à segurança e isso passa por termos dádivas voluntárias em maior quantidade do que dádivas familiares”, disse à Inforpress a presidente do Conselho de Administração do Hospital Regional Santa Rita Vieira (HRSRV), em Santiago Norte, Ludmilde de Pina.

É que segundo explicou, a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza doação voluntária em vez de familiares por ser “mais segura”.

Não obstante existir todo o mecanismo para assegurar que o sangue que a pessoa vai receber seja “sangue seguro”, a responsável informou que os doadores voluntários não escondem informações sobre infecções, ao contrário dos doadores familiares que vão doar o sangue por “pressão” e muitas vezes escondem tais informações.

De acordo com a médica Ludmilde de Pina, a outra vantagem do doador voluntário é que vão poder fidelizá-los para que possam doar o sangue pelo menos duas vezes por ano.

“O objectivo é ter no stock do banco de sangue, a quantidade de sangue necessária para as transfusões, mas à custa de doações voluntárias e de fidelizarmos os nossos doadores de sangue”, concretizou.

Na ocasião, avançou que os parceiros comprometeram-se em envolver-se com as estruturas de saúde da Região Sanitária de Santiago Norte (RSSN), particularmente com o Banco de Sangue do HRSRV, para que juntos possam atingir esta meta que é ter mais doadores de sangue voluntários e que é também o objectivo da OMS.

A mesma fonte indicou ainda que ficou o compromisso de realizar mais actividades durante todo o ano e não só por altura do Dia Mundial de Doadores Voluntários de Sangue, para que se possa aumentar o número de doadores voluntários e benévolos de sangue.

A RSSN conta, neste momento, com um posto fixo no Hospital Regional Santa Rita Vieira (HRSRV) e outro na Delegacia de Saúde de Santa Catarina, em Assomada, e tem inscritos 1.639 doadores voluntários e benévolos de sangue, dos quais 50 por cento (%) de doadores que apoiam os serviços são familiares dos doentes.

Participaram no encontro, que teve como palco o Auditório da Universidade de Santiago (US), em Assomada, Santa Catarina, e que é o culminar das comemorações do Dia Mundial de Doadores Voluntários de Sangue, assinalado no dia 14 de Junho, vários parceiros que tinham contribuído na dinâmica do Banco de Sangue do HRSRV, com destaque para a Cruz Vermelha de Assomada e Igreja Adventista do Sétimo Dia em Santiago Norte.

Na ocasião, a Banco de Sangue do HRSRV homenageou e entregou certificado de distinção à Igreja Adventista do Sétimo Dia, à Universidade de Santiago e à Delegacia de Saúde do Tarrafal.

E ainda o certificado de reconhecimento as delegacias Saúde do Tarrafal, de Santa Catarina, de Santa Cruz, de São Lourenço dos Órgãos e de São Miguel, ao Centro de Saúde de São Salvador do Mundo, à Cruz Vermelha de Cabo Verde (Assomada, Calheta, Tarrafal e Santa Cruz), Jovens Católicos, FAMI-Picos e Escola Secundária do Tarrafal.

FM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos