Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santiago: Assomada ganha primeiro terminal rodoviário do país com capacidade para 170 viaturas

Assomada, 23 Nov (Inforpress) – A cidade de Assomada, Santa Catarina, no interior da ilha de Santiago, ganhou hoje o primeiro terminal rodoviário do país com capacidade para 170 viaturas no sistema rotativo, num investimento de 15 mil contos.

A inauguração dessa infra-estrutura rodoviária, que se enquadra no Dia da Santa Padroeira Santa Catarina e do Município, que comemora os seus 185 anos, no próximo dia 25 de Novembro, foi co-presidida pelo edil, José Alves Fernandes, e pelo ministro da Administração Interna, Paulo Rocha.

O terminal rodoviário, construído pela Câmara Municipal de Santa Catarina, no antigo Sucupira, comporta cinco mil metros quadrados de área utilizável, com serviços administrativos da Fiscalização Municipal e da Polícia Nacional, sala de condutores, cantina, parque infantil e espaços verdes.

“Este é mais um momento importante para Santa Catarina e para cidade de Assomada, e é mais um compromisso assumido que hoje está sendo realizado. O nosso compromisso sempre foi para com a organização, sobretudo a da urbe”, lembrou na ocasião José Alves Fernandes.

É que, segundo o autarca, essa infra-estrutura vai permitir melhorar a organização da cidade, do trânsito, visando “descongestionar” o centro da cidade de Assomada.

O autarca santa-catarinense explicou que a conjunção entre espaços verdes e equipamentos, mormente parque infantil para que se possa criar mais conforto para todos os passageiros e a condutores que vão ter uma sala para que possam ter “conforto” para puderem prestar um serviço de qualidade e com segurança.

Todo esse investimento da Câmara Municipal de Santa Catarina, conforme informou, visou “valorizar todo o esforço e o papel dos condutores no processo do desenvolvimento desse município do interior de Santiago, daí que a mesma fonte apelou à sua preservação.

“Acredito que este sistema, o primeiro do país, vai funcionar para que possa ser o modelo a ser replicado em outros pontos do arquipélago”, vaticinou José Alves Fernandes.

Por sua vez, o ministro Paulo Rocha felicitou a equipa camarária pela construção deste terminal rodoviário e por essa visão de organização.

“Indubitavelmente, construir um terminal rodoviário é a primeira condição para o desenvolvimento de um bom sistema rodoviário no município, tendo em conta que serve o concelho, e toda a ilha de Santiago, e, sobretudo, serve o cidadão”, observou o governante.

Na ocasião, fez saber que a PN está determinada e engajada em apoiar nesse processo, não só em relação ao trânsito, mas também em tudo que tem que ver com a sua actuação.

Por seu turno, em representação dos condutores, João Silva mostrou-se satisfeito, tendo em conta que, segundo ele, quando a infra-estrutura entrar em funcionamento vão ter melhores condições de trabalho, referindo-se ao transporte de passageiros para todo o interior da ilha de Santiago.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos