Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santa Cruz: UE promove actividades lúdico-pedagógicas com crianças para celebrar Dia Internacional dos Direitos Humanos

Pedra Badejo, 10 Dez (Inforpress) – A União Europeia (UE) promoveu hoje, em Santa Cruz, no interior de Santiago, actividades lúdico-pedagógicas com crianças do Ensino Básico Obrigatório (EBO) para celebrar o Dia Internacional dos Direitos Humanos, assinalado esta terça-feira,10.

Em declarações à imprensa, a embaixadora da UE, Sofia de Sousa, lembrou que a iniciativa promovida em parceria com a autarquia local, o ICIEG, e o Ministério da Educação, teve como objectivo sensibilizar as crianças sobre a igualdade do género, tendo em conta que hoje também termina a campanha os 16 dias de activismo pelo fim da VBG, promovida a nível mundial pela Nações Unidas.

É nesse sentido, que explicou que a UE e os parceiros juntaram os dois motivos para juntos celebrarem os direitos humanos e a igualdade do género, através desta actividade lúdica com crianças com idade compreendida entre 07 aos 12 anos para falarem com elas sobre estas temáticas.

Relativamente à violência baseada no género, a diplomata lembrou que a mesma “é um problema mundial”, por isso, pediu “um trabalho conjunto” para combatê-la,.

O combate, prosseguiu a diplomata, passa por educar as crianças meninas e meninos para que estes possam ser capazes de lutar contra a violência baseada no género e contra a desigualdade de género.

Apesar de ter enaltecido o “esforço” que o país tem feito para reduzir a violência baseado no género, Sofia de Sousa admitiu que o problema continua e que precisa ser discutida, sobretudo com as crianças.

As autoridades nacionais, as escolas, as câmaras municipais, o Instituto Cabo-verdiano da Igualdade e equidade do Género (ICIEG) e o Ministério da Educação, segundo a diplomata, querem divulgar a mensagem universal que diz que: “Nós somos diferentes e iguais em direitos”.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Carlos Silva, considerou a iniciativa da UE de sinal de amizade e de preocupação para com esse município do interior de Santiago, que quer ser cada vez mais “justo, igualitário e inclusivo”.

Na ocasião, o autarca lembrou que o concelho, de uma forma geral, está empenhado na luta contra violência do género e na promoção dos direitos humanos, e que a nível da câmara existe uma “sensibilidade forte”.

Aliás, informou que tal “sensibilidade” se pode verificar nas várias acções e programas da edilidade, mormente o empoderamento das famílias.

Estiveram presentes no evento, que foi marcado por actividades culturais, magia, palhaço, e ainda lanche e distribuição a cerca de 100 crianças, a presidente do ICIEG, Rosana Almeida, e a primeira-dama Lígia Fonseca.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos