Santa Cruz: Relatório de actividades e conta gerência do ano 2019 apreciados positivamente na Assembleia Municipal

Pedra Badejo, 14 Jul (Inforpress) –  O relatório de actividades e conta gerência da câmara de Santa Cruz de 2019 foram apreciados hoje na nona sessão ordinária da assembleia municipal com análise “razoável” da bancada do MpD (oposição) e parecer positivo do PAICV (poder).

Com um orçamento previsto de mais de 700 mil contos, a câmara municipal conseguiu arrecadar 618, correspondendo a uma taxa de execução de 82 por cento (%).

O líder da bancada do Movimento para Democracia (MpD), Pedro da Cruz, considerou ser uma taxa de execução razoável, mas defende que bom seria atingir mais de 90%.

Entretanto, observou que na conta gerência as receitas arrecadadas ficaram muito aquém do orçamento previsto.

“Há rubricas como o Imposto Único sobre o Património (IUP), que é uma fonte de receita importante, que a câmara não fez a questão de cobrar para termos mais receitas para aplicação de trabalhos”, demonstrou, acrescentando que há outras rubricas que não estão bem definidas.

Por sua vez, o líder da bancada do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), João Carvalho, justificou a apreciação positiva com a percentagem alcançada pela autarquia.

“Está bem claro que Santa Cruz está totalmente transformado para melhor”, garantiu, destacando ganhos na requalificação urbana, assim como ganhos na agricultura e intervenções em várias localidades como Ribeira dos Picos, entre outras.

Ao seu ver, tudo isso é graças à capacidade do presidente na negociação com os parceiros, apresentando grandes projectos ao Governo para a alavancagem da economia de Santa Cruz.

Entre outros ganhos, destacou ainda a reabilitação das habitações, no sentido de permitir que cada família possa ter uma casa de banho.

A vereadora do Desenvolvimento Económico local, Empreendedorismo, Administração e Finanças, Jamira Duarte, assegurou que 2019 foi um ano “muito positivo” para o município de Santa Cruz, tendo em conta a realização de projectos impactantes para o concelho.

Esses projectos, adiantou a vereadora, referindo à requalificação urbana e intervenções sociais, sobretudo para mitigar os impactos da seca, tornou o município mais atractivo.

“Através das receitas arrecadas no município soubemos muito bem cuidar para tornar as famílias mais alentadas e perseverante”, frisou, salientando que os investimentos públicos acabaram por melhorar o panorama.

WM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos