Santa Cruz: PAICV volta a pedir “urgência” na resolução do problema de água e da empresa Justino Lopes

Pedra Badejo, 07 Mai (Inforpress) – Os deputados do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) pediram mais uma vez ao Governo para resolver “com urgência” o problema de água e exigiram a conclusão do processo da empresa Justino Lopes.

Em declarações à imprensa, em jeito de balanço, o porta-voz dos parlamentares, Carlos Rodrigues, disse que a visita iniciada esta semana e que terminou esta sexta-feira,06, em Santa Cruz teve por objectivo contactar instituições públicas e privadas, e ainda comunidades, com contactos directos com a população.

Sobre o problema de água, apelou ao Governo, na pessoa do ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, para “tirar do papel e colocar em prática” um conjunto de promessas que constavam no último Orçamento de Estado, referindo-se aos projectos de dessalinização de água financiados pela Hungria e Japão.

O deputado, que alertou que os homens do campo estão a ter problemas no acesso à água e a perderam as suas culturas, pediu resolução “imediata” do problema de água em qualidade e quantidade também para o consumo nesse município santiaguense.

A mesma fonte aproveitou ainda para pedir créditos com juros acessíveis para que os agricultores possam fazer grandes investimentos no sector agrário.

Outra reivindicação dos agricultores, informou, tem a ver com a empresa Justino Lopes, que conta com mais de 80 associados, que outrora foi “maior complexo agro-alimentar do País”, mas que hoje se encontra abandonada e em “falência total”.

Nesse sentido, Carlos Rodrigues exortou mais uma vez a resolução “imediata” do problema, sobretudo, neste momento, que segundo ele uma bomba que custa mais de 2.100 contos foi vandalizada.

“Sem esta bomba não há rega e tudo se torna mais complicado ainda. Por isso, apelamos ao Governo também na pessoa do vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, para criar as condições financeiras para financiarem um projecto num montante de 15 mil contos para que os agricultores possam retomar as suas activiaddes agrícolas de produção”, concretizou o parlamentar.

A propósito do vandalismo na propriedade Justino Lopes, que resultou na danificação de uma bomba após incêndio supostamente criminoso, Carlos Rodrigues pediu intervenção das autoridades judicias para se esclarecer este acto de vandalismo.

Por outro lado, tendo em conta, que segundo os deputados, o aumento de custa de vida e a perda do poder de compra da população da região Santiago Norte, em particular da de Santa Cruz, pediram a actualização de salários para se fazer face à esta situação.

É que, conforme lembrou, o Governo de Ulisses Correia e Silva prometeu uma actualização salarial anual a todos os funcionários, mas que ficou somente na promessa.

Nesse sentido, exortou o Governo para assumiu o compromisso de repor o poder de compra perdido, alertando que se tal não acontecer vai pôr em risco a segurança alimentar, o abandono escolar, problemas de saúde e de segurança no próprio lar.

FM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos