Santa Cruz: Governo discrimina negativamente Santa Cruz quanto à distribuição de recursos , diz primeiro secretário do PAICV

Pedra Badejo, 07 Fev(Inforpress)–O primeiro Secretário do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) de Santa Cruz, Carlos Rodrigues, disse hoje que o governo “discrimina” negativamente o concelho quanto ao programa de 2019 para a mitigação do mau ano agrícola.

Em declaração à imprensa, Carlos Rodrigues afirmou que o Partido constatou que concelhos da Região Norte de Santiago com menos população e menos actividades agrícolas e pecuárias, como por exemplo o concelho de São Miguel, recebeu 21.334.140$00 e Tarrafal de Santiago, 25.027.718$00, enquanto o município de Santa Cruz recebeu 17.244.723$00.

Disse a mesma fonte que o PAICV denúncia e “repudia” a estratégia do Governo e do Partido que o sustenta de “desestabilizar” o desenvolvimento de Santa Cruz, criando mais pobreza e desemprego, além daquilo que existe actualmente.

Acrescentou o município, celeiro agrícola do País, com cerca de 70% da população vivendo exclusivamente da agricultura , quer sequeiro quer regadio, é um concelho com “responsabilidade” acrescida no quadro do desenvolvimento Regional Norte de Santiago e pelo que vê com “injustiça” a forma como o Governo repartiu os recursos.

Solicita o governo por isso a reapreciar os critérios que pautaram a distribuição de recursos para que a justiça social se faça.

CL/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos