Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santa Cruz: Eleitos municipais aprovam relatório de actividades e contas de gerência da autarquia referentes a 2020

Pedra Badejo, 22 Abr (Inforpress) – O relatório de actividades e a conta de gerência da edilidade santa-cruzense referentes ao ano económico de 2020 foram aprovados quarta-feira com votos a favor do PAICV (partido que gere a câmara) e abstenção do MpD (oposição).

Em declarações à imprensa, a líder da bancada do Movimento para a Democracia (MpD), Evanilda Vaz, disse que o seu partido votou abstenção para dar o “benefício da dúvida” à autarquia, tendo em conta a situação da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

No entanto, criticou o facto de todo o plano de actividades não ter sido executado, referindo-se às obras que foram iniciadas e não terminaram e outros por iniciar.

O líder da bancada do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Alberto Sanches, por seu lado, disse que a sua bancada deu nota positiva pelo facto de, mesmo em meio da seca e da pandemia, a edilidade “deu a volta por cima”, ajudou as famílias e realizou obras.

Por seu turno, a porta-voz da Câmara Municipal de Santa Cruz, Jamira Duarte, que considerou 2020 como “um ano singular”, destacou o facto de a edilidade ter abdicado de algumas receitas para poder ajudar os operadores económico e desafogar famílias.

Apesar de a autarquia ter “desviado” a planificação inicialmente prevista, informou que tiveram uma execução de quase 70 por cento (%).

Destacou ainda a retoma “muito tímida” de obras no ano de 2020, que, segundo a também vereadora do Desenvolvimento Económico e Social, Habitação Social, Administração e Finanças, permitiu empregar muitas famílias, para que estas pudessem ter rendimentos para ultrapassarem as dificuldades derivadas da seca e da pandemia.

“O orçamento de 2020 foi exclusivamente para acudir as questões humanas e ajudar as empresas a darem alguns passos na retoma da economia”, assegurou Jamira Duarte.

Durante a segunda sessão ordinária de dois dias da Assembleia Municipal do mandato 2020-2024, os eleitos municipais do PAICV e do MpD aprovaram por unanimidade o Plano Estratégico Municipal de Desenvolvimento Sustentável (PEMDS).

Os eleitos municipais de ambos os partidos acreditam que o PEMDS, que está “bem elaborado”, vai melhorar os indicadores sociais, económicos e ambientais do município nos próximos tempos.

Por sua vez, a vereadora do Desenvolvimento Económico e Social, que admitiu que o município ainda precisa trabalhar muito as questões da pobreza e do desempego, adiantou que o PEMDS vai focar-se na realização de programas e projectos que vão acudir os anseios das famílias e operadores económicos e debelar os indicadores que ainda precisam ser melhorados, mormente sociais, económicos e ambientais.

De entre os projectos do PEMDS, sobretudo, a nível económico, destacou a modernização de agricultura, a criação de uma central de compras, a construção de um porto comercial e a criação de apoios para a empresarialização do sector primário, através da instalação de uma incubadora de empresas e empoderamento feminino.

FM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos