Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santa Cruz: Câmara municipal inaugura rede de ligação de água em Ribeira Seca e entrega 28 habitações em duas zonas

Pedra Badejo, 21 Ago (Inforpress) – A Câmara Municipal de Santa Cruz inaugurou hoje a rede de ligação domiciliária de água na localidade de Ribeira Seca e entregou 28 habitações nas zonas de Achada Fazenda e Porto Madeira, projectos financiados pelo Governo português.

O presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Carlos Silva, explicou aos jornalistas, após o acto de inauguração que contou com a presença do embaixador de Portugal em Cabo Verde, António Moniz, na localidade de Ribeira Seca foram feitas mais de 50 ligação domiciliária de água, incluindo à escola e ao jardim infantil local.

“É um projecto interessante, que vem no quadro da luta contra a seca e também no quadro de luta contra a covid-19 porque, conforme sabemos, a palavra de ordem neste momento é usar a água e lavar a mão todos os dias”, demonstrou, salientando que se está a levar este projecto de ligação domiciliária de água lá onde for possível.

O autarca assegurou que a reabilitação das habitações contempla casas de banho e melhoria das fachadas, de forma a dar “mais brilho e conforto” para as famílias.

“Temos estado a dizer que não adianta garantir às famílias uma habitação digna sem garantir a essas pessoas um rendimento para poderem sustentar as suas casas”, disse Carlos Silva acrescentando que é com base nisso que se apostou nas políticas de empoderamento das famílias com a construção de pocilgas e aviários.

Para o embaixador de Portugal em Cabo Verde, António Moniz, o “mais importante” é que este tipo de iniciativas continuem a ter lugar.

“É preciso continuar a sensibilizar todas as autoridades envolvidas nestes projectos, para que eles tenham seguimento, sejam multiplicados e continuem a ocorrer porque têm o impacto muito importante, muito relevante e muito directo na vida das pessoas”, defendeu.

Segundo indicou o diplomata, de 2016 a 2019 o Governo português, através do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, já apoiou cerca de nove mil pessoas em Cabo Verde, no quadro das cooperações existentes.

“Portanto, nós vamos continuar a apostar nesta linha, vendo no terreno qual é o impacto que têm para as populações, mas também percebendo que ainda há muita gente que precisa de apoios e este tipo de projecto é sempre bem-vindo”, afiançou.

A população de Ribeira Seca, localidade que ganhou hoje a ligação domiciliária de água, regozijou-se com a iniciativa, tendo em conta que antes deslocavam-se para uma fonte na ribeira à procura deste líquido, mas, conforme relataram, nos últimos tempos a fonte já não apresenta uma boa qualidade de água para o consumo humano.

Por isso, manifestou-se satisfeita, indicando que a partir de agora se vai aproveitar a água da rede para a prática da agricultura, de forma a gerar rendimentos.

A moradora de Achada Fazenda, Joana Fernandes, que ganhou hoje a sua casa reabilitada diz estar a sentir-se feliz, tendo em conta que o tecto da sua moradia caiu e, no quadro deste projecto, a sua habitação foi reerguida de raiz.

Ingrácia Mendes, outra beneficiária, lembrou (emocionada) que antes quando chovia arranjava plásticos para proteger a sua cama para não estragar, por isso, garantiu que este apoio chegou em bom momento, traduzindo na sua felicidade.

As beneficiárias manifestaram o desejo de ver outras pessoas necessitadas a serem contempladas com apoios do tipo.

WM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos