Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Santa Cruz: Associação Caretta Caretta quer alargar actividades à protecção das aves na lagoa de Pedra Badejo e pede mais valorização

Pedra Badejo, 03 Nov (Inforpress) – A Associação Ambiental Caretta Caretta em Santa Cruz pretende, além da protecção das tartarugas na praia da areia grande, alargar à preservação das várias espécies de aves na lagoa de Pedra Badejo, situada próxima ao seu acampamento.

Esta intenção foi manifestada à Inforpress por um dos membros fundadores da associação, Elizangelo Alves, que pediu às autoridades competentes, principalmente ao Governo, mais atenção e valorização dos trabalhos que a organização vem fazendo durante nove anos, mesmo sem financiamentos.

“Penso que o Governo deve focar mais no nosso projecto porque temos muitos projectos para a nossa praia e fazemos muito para o ambiente”, mostrou, salientando que querem aproveitar para trabalhar com a preservação das aves na lagoa de Pedra Badejo, que desde 2005 foi designado um dos sítios ramsar de Cabo Verde, ou seja, zona húmida de importância internacional.

O espaço atrai todos os anos diferentes espécies de aves migratórias, o que, consequentemente, atrai muitos turistas para o local.

No entender de Elizangelo Alves, existe ali muitas oportunidades para serem aproveitadas, de forma a atrair investimentos e gerar rendimentos para os jovens das localidades vizinhas como Achada Igreja e Achada Fazenda.

“É este o nosso objectivo, mas o problema está no financiamento”, demonstrou, lembrando que quando passam a noite na patrulha amanhecem sem mantimento e sem nenhum tipo de apoios.

Do seu ponto de vista, são muitos trabalhos para pouca valorização e nenhum apoio.

“Nesta zona temos um problema grave porque muitos jovens estão sem empregos e o nosso objectivo é acabar com isso”, frisou, garantindo que se conseguirem um financiamento vão criar oportunidades para assegurar empregos a vários jovens.

A Associação Ambiental Caretta Caretta surgiu há nove anos quando três dos seus membros fundadores decidiram zelar pela preservação das tartarugas marinhas após assistirem muitos problemas de competição de captura da espécie nas praias em Santa Cruz.

“Presenciávamos muitas caças de tartarugas, uma coisa triste de se ver. Era tipo uma disputa, que muitas vezes criava conflito na praia”, recordou um dos membros fundadores revelando que no início as pessoas consideravam-lhes “loucos”.

Entretanto, considera que actualmente a população está mais sensibilizada, mas que ainda há muito trabalho a ser feito, já que se nota ainda comportamentos e atitudes desnecessários.

WM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos