Santa Catarina: Prisão preventiva para suspeitos de crimes de abuso sexual a menores

Assomada, 02 Ago (Inforpress) – O Tribunal da Comarca de Santa Catarina aplicou prisão preventiva para dois homens suspeitos de crimes de abuso sexual e agressão sexual de menor com penetração ocorridos no Charco e em Assomada.

Em nota enviada à imprensa, Polícia Judiciária (PJ) informa que deteve fora de flagrante delito, os dois indivíduos, com idades compreendidas entre 28 e 43 anos, nos dias 27 e 28 de Julho, na localidade de Charco, Ribeira da Barca, e em Assomada, Santa Catarina, interior de Santiago, na sequência do cumprimento de dois mandados do Ministério Público.

Conforme lembra a PJ, na localidade de Charco o crime vinha acontecendo há cerca de um ano, tendo como vítima, uma menor de 14 anos, que é vizinha do arguido e como consequência uma gravidez da menor.

Nesse sentido, informa que após realizada uma denúncia pelo pai da menor, no mês de Junho, de imediato, a PJ realizou diligências e deu conhecimento ao Ministério Público, que delegou competência genérica para investigação dos factos.

Já no outro caso, segundo a mesma fonte, os factos vinham acontecendo há muito tempo, na cidade de Assomada, em que o agressor era vizinho da vítima, uma menor de 12 anos. O homem costumava frequentar a casa da vítima, tendo os factos ocorridos no interior da casa da menor.

Daí, que através de uma denúncia anónima recebida pela polícia científica, foi identificado o local dos factos, bem como o agressor.

Os detidos foram presentes no prazo legal às autoridades judiciárias competentes, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguidos detidos e aplicação de medidas de coação pessoal, tendo-lhes sido aplicado como medidas de coacção prisão preventiva.

FM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos