Santa Catarina: PR pede atenção especial às “muitas” comunidades que precisam conhecer o desenvolvimento (c/áudio)

Assomada, 10 Mai (Inforpress) – O Presidente da República advogou hoje que “há muitas” comunidades no País que ainda não conheceram o desenvolvimento, e pediu uma “atenção especial” para que estas possam ganhar sustentabilidade e melhorar a qualidade de vida das suas gentes.

José Maria Neves iniciou hoje a sua primeira visita oficial de três dias ao município de Santa Catarina, e no caso particular desse concelho do interior de Santiago pediu uma “atenção especial” para as comunidades como, por exemplo, Fonte Lima, Ribeira da Barca, Chã de Lagoa, Rincão e Tabugal.

Nesse sentido, pediu às autoridades locais a nível nacional para virarem para as comunidades que ainda não conheceram o desenvolvimento sustentável, visando explorar as suas potencialidades e trabalhar as suas gentes, para que possam ganhar a sustentabilidade e melhorar a qualidade de vida das mesmas.

“O País já cresceu e desenvolveu muito nestes 47 anos da nossa independência, sobretudo depois do poder local em 1991 e vemos o crescimento que os municípios tiveram. Agora estamos em um novo momento, que é o de voltar para as comunidades para garantir a sustentabilidade do desenvolvimento local e regional na País”, observou o chefe de Estado.

Entretanto, lembrou que as respostas para os desafios das comunidades vão depender de um “trabalho conjunto” entre as câmaras municipais, Governo e a própria comunidade, para que estas possam ganhar auto-estima e força para a sustentabilidade do seu desenvolvimento.

Não obstante o País e algumas comunidades terem crescido muito, José Maria Neves notou que ainda há “muitas dissimetrias”, ou seja, ajuntou que há ainda muitas comunidades que ainda não conheceram o desenvolvimento sustentável e com problemas de desemprego, pobreza e habitação.

Daí, instou as autoridades à irem a estas comunidades para empoderá-las para que possam também ganhar o desenvolvimento.

O chefe de Estado, que esteve acompanhado da presidente da câmara local, Jassira Monteiro, após uma visita de cortesia à mesma, visitou no período da manhã as oleiras e escolas na localidade de Fonte Lima.

Já no período da tarde, tem um encontro marcado com os pescadores da vila piscatória de Rincão, onde termina o primeiro dia de visita.

Na quarta-feira, 11, começa o dia com uma visita ao mercado municipal, para, de seguida, deslocar-se à Boa Entrada para se reunir com os agricultores e criadores de gado.

No terceiro e último dia da visita, José Maria Neves começa o dia com uma visita à barragem de Saquinho, onde deve encontrar-se com agricultores de Tabugal e de Charco e termina a sua visita no período da tarde com uma deslocação à vila piscatória da Ribeira da Barca.

Já no período da tarde, tem encontro marcado com associações comunitárias, líderes associativos e forças vivas desse município do interior de Santiago, onde a “ideia principal”, vincou, é mostrar que o desenvolvimento depende das pessoas e que todos têm que ter uma atitude voltada para o mesmo.

FM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos