Santa Catarina: ICIEG quer envolver líderes comunitários no combate à VBG (c/áudio)

Assomada, 28 Fev (Inforpress) – O Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade do Género (ICIEG) realiza hoje uma acção de capacitação aos líderes comunitários do município de Santa Catarina, visando envolver estas “pessoas-chave” no combate à VGB nas suas comunidades.

Na acção de capacitação sobre a igualdade de género e prevenção da VBG (Violência Baseada no Género), que decorre durante dois dias nas instalações do Centro de Apoio Integrado (CAI), além dos líderes comunitários de diversas comunidades do concelho participam ainda várias instituições. Será abordada a problemática do género, a questão da Violência Baseada no Género (VGB) e a sua respectiva lei.

Em declarações à Inforpress, o formador Adalberto Varela disse que o ICIEG considera que a formação de líderes comunitários é fundamental, porque são eles que estão mais próximos da população e que trabalhar em parceria com a câmara significa trabalhar com quem conhece as pessoas certas para que possam chegar da melhor forma às comunidades para passarem estas mensagens, tendo em conta que precisam prevenir a VBG.

Tendo em conta que a VBG é um problema mundial, em que no caso de Cabo Verde nos últimos dois anos morreram 13 mulheres e mais de 13 crianças ficaram órfãos, Adalberto Varela defende que todos devem colocar as mãos para combater esta problemática e ainda mudar comportamentos e atitudes.

Conforme explicou, o ICIEG pretende com a iniciativa que falta apenas chegar ao município de São Domingos (Santiago) munir mais 25 líderes comunitários de “ferramentas” para que possam de forma individual utilizá-las nas suas comunidades com o propósito de sensibilizar as pessoas das suas respectivas comunidades sobre a questão da igualdade do género e VBG e ainda na eliminação de preconceitos.

“Os líderes comunitários são pessoas-chave nas comunidades e se não forem usadas não vamos mudar os comportamentos e atitudes. O que nós queremos com estas formações é trabalhar na prevenção desse mal que tem causado tantos Transtornos às famílias cabo-verdianas”, enfatizou.

Por sua vez, a vereadora do Género da Câmara Municipal de Santa Catarina, Jassira Monteiro, informou que esta iniciativa que abre as comemorações do “Mês de Março Mês da Mulher” faz parte de um conjunto de actividades que vão ser realizadas durante o mês de Março, que visam promover a igualdade do género nesse município do interior de Santiago.

Além desta acção de formação em parceria com o ICIEG, fez saber que consta ainda da programação uma marcha das mulheres pela igualdade para assinalar o Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 08 de Março, palestras sobre a VBG e o papel do estereótipo na sociedade, sendo que as actividades culminam no dia 30 de Março, com uma conversa entre as mulheres e o presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina, José Alves Fernandes.

Na ocasião, sem avançar números, a autarca informou que a edilidade em parceria com a CAI tem trabalhado com as vítimas da VBG encaminhando-as para a Polícia Nacional e Delegacia de Saúde e ainda dando lhes todo o apoio psicológico e jurídico.

A formação é realizada em estreita parceria com a Cooperação Espanhola e com alto envolvimento de todas as câmaras municipais e dos técnicos dos Centros de Apoio à Vítima (CAV).

FM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos