Santa Catarina: Governo encontra-se a reabilitar escolas para dar mais condições e segurança aos alunos – ministra

 

Assomada, 14 Nov (Inforpress) – A ministra da Educação disse hoje, ao inaugurar as obras de reabilitação dos agrupamentos de Achada Lém e Justina Ferreira (Cabeça Carreira), que o Governo opera a reabilitação para dar condições e mais segurança aos alunos.

Maritza Rosabal fez estas declarações hoje, em Santa Catarina, durante quando discursava no acto de inauguração dos dois agrupamentos, que contou, igualmente, com presença de pais e encarregados de educação, presidente de câmara, alunos e professores e directores dos agrupamentos.

As duas escolas receberam salas novas, novos pisos, telhados, pinturas, portas e janelas, sendo que a de Cabeça Carreira foi ainda contemplada com uma cantina nova, casas de banho e salas para administração.

As obras de reabilitação dessas escolas foram financiadas pelo Governo e contaram ainda com o “forte engajamento” da autarquia.

Segundo a ministra da Educação, o Governo tem em curso um programa de intervenção nas escolas a nível nacional que vai até 2021, com prioridade para aquelas que punham em causa a segurança dos alunos e funcionários.

Nesse sentido, a governante prometeu que após a conclusão de reabilitação das mais de 400 escolas, das quais 77 do ensino básico estão reabilitadas, segue-se a melhoria dos espaços como pisos e construção de cantinas, casas de banho e pátios.

A ministra aproveitou a oportunidade para anunciar que, devido à seca e ao mau ano agrícola que pode afectar, igualmente, os alunos, o ministério, através da Ficase, vai reforçar a dieta alimentar dos alunos com frangos.

Os directores dos agrupamentos, por seu lado, consideram, na ocasião, que as escolas, de momento estão “mais atractivas” e capazes de proporcionar uma “boa educação”, mas pediram materiais informáticos, biblioteca e outros materiais.

FM/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos