Santa Catarina: Edilidade garante que obras da orla marítima de Ribeira da Barca serão entregues em Maio

Assomada, 11 Abr (Inforpress) – A edilidade santa-catarinense garantiu hoje que as obras da orla marítima da Ribeira da Barca, cuja conclusão estava inicialmente prevista para Março, serão entregues em Maio por altura das festividades daquela comunidade, celebradas a 31 de Maio.

Trata-se de obras que vão desde a zona de Lém Rocha ao polivalente local e que contemplam, além de equipamentos desportivos, nomeadamente fitness, parque infantil, também duas passagens áreas para facilitar a circulação de pessoas na época das chuvas e quiosques, cujo projecto está orçado em mais de 17 mil contos no âmbito do Fundo do Turismo.

“Ribeira da Barca vai ser uma verdadeira vila e não uma vila apenas de papel, mas sim uma vila com infra-estruturas, com serviços e com qualidade de vida”, declarou o presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina, aquando do lançamento da obra em Novembro de 2018.

Na altura, José Alves Fernandes disse acreditar também que tal infraestrutura vai fazer da Ribeira da Barca uma vila moderna, mais bonita e atractiva.

Abordados pela Inforpress, alguns moradores que aguardavam com “alguma ansiedade” o arranque das obras iniciadas em Outubro de 2018, mostraram-se “descontentes” com a forma como as obras estão a ser conduzidas pela empreiteira.

É que segundo alegam, para além de não se ter cumprido os prazos da execução de aproximadamente 73 dias, ou seja, as obras deveriam ser entregues em Março último, a empreiteira também não cumpriu com uma das cláusulas do contrato, segundo a qual “devia privilegiar a mão-de-obra local”.

“Como é possível que uma obra desta envergadura esteja a funcionar com menos de 10 pessoas”, questionaram os entrevistados da Inforpress.

Entretanto, fazem questão de lembrar que desde o início defenderam que as obras em apreço vão alavancar o desenvolvimento desta vila piscatória, que há muito tempo não recebe investimentos dessa envergadura.

A propósito ainda das obras em apreço, conforme informações avançadas pela autarquia, o compromisso de se privilegiar a mão-de-obra local foi acautelado, sobretudo com incidência nos jovens, mas acontece que esses jovens têm vindo a faltar ao trabalho dando preferência à actividade pesqueira.

A autarquia lembrou, por outro lado, que neste momento estão em curso obras na estrada de Pinha dos Engenhos e anuncio que no próximo dia 20 arrancam também as obras da estrada de Palha Carga, que passa pelas localidades de Entre-Picos de Reda, Chã de Lagoa, Laranjinha, e desemboca em Chã de Cana.

Ainda para este ano, a câmara prevê-se também o arranque das obras de requalificação urbana no bairro de Bolanha, Achada Riba e Nhagar (Assomada), na vila de Achada Lém e em Poilão da Boa Entrada.

FM/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos