Santa Catarina: Delegação do ME suspende aulas presencias na Escola Técnica e no Liceu Amílcar Cabral (c/áudio)

Assomada, 19 Out (Inforpress) – A delegação do Ministério da Educação (ME) de Santa Catarina anunciou hoje a suspensão das aulas presenciais, a partir desta segunda-feira, na Escola Técnica Grão-Duque Henri (ETGDH) e no Liceu Amílcar Cabral por falta de professores.

“Por haver falta de professores decidimos em concertação com a Delegacia de Saúde de Santa Catarina suspender provisoriamente as actividades do ensino presencial na ETGDH e LAC para depois das eleições autárquicas, ou seja, no dia 27”, avançou à Inforpress o delegado do ME, Nelito Mascarenhas.

Não obstante ter admitido que há alunos e professores infectados com o novo coronavírus (covid-19), este responsável explicou que o grande motivo da suspensão das aulas presenciais nos dois estabelecimentos escolares é a falta de professores.

“Mesmo tendo substituído alguns professores, há alunos que estão sem aulas, sobretudo, os das áreas técnicas”, disse, adiantando que as duas escolas têm todas as condições criadas para o regresso das aulas presenciais no dia 27 de Outubro.

Relativamente aos docentes e alunos infectados, a mesma fonte esclareceu que as infeções aconteceram fora do recinto escolar, afirmando que as escolas desse município do interior de Santiago “estão livre da covid-19”.

Em Santa Catarina prevê-se um total de 10.400 alunos do 1º ao 12º ano de escolaridade que serão assistidos por 743 professores, e cerca de 1.900 crianças do pré-escolar, a serem acompanhados por 119 monitoras e educadoras de infância.

FM/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos