Santa Catarina: Autarquia vai apostar na criação de frentes de trabalho para mitigar efeitos do mau ano agrícola

Assomada, 18 Fev (Inforpress) – A Câmara Municipal de Santa Catarina já dispõe de uma verba de 21 mil contos para mitigar os efeitos do mau ano agrícola em perspectiva no concelho com aposta na criação de frentes de trabalho e mobilização de água.

“Vivemos de novo um mau ano agrícola e o Governo tem a preocupação de dar continuidade ao plano de mitigação dos efeitos da seca executado no ano anterior, de forma a responder às demandas da população”, disse o presidente em exercício, Jacinto Horta.

Santa Catarina, segundo o autarca, é um município agrícola e a situação, “apesar de ser menos grave que o ano transacto, carece de atenção”.

Para Jacinto Horta, o facto de o Governo passar para as câmaras a gestão do programa, permite a diminuição da burocracia, para que a ajuda possa chegar aos mais necessitados de forma célere.

“O processo vai ser menos burocrático, demonstrando a competência do Governo e do poder local na gestão dos recursos”, disse, garantindo que a edilidade vai “engajar com esforço e dedicação”.

FM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos