Santa Catarina: Autarquia promove semana de sensibilização sobre cuidados a ter com os resíduos sólidos

Assomada, 07 Jun (Inforpress) – A Câmara Municipal de Santa Catarina, no interior de Santiago, promove de segunda-feira até sábado, 11, a 3ª Semana do Ambiente com foco na sensibilização dos munícipes para os cuidados a ter com os resíduos sólidos.

Em declarações à Inforpress, o director do Ambiente, Saneamento e Protecção Civil, Zenon Miranda, explicou que a iniciativa, que arrancou na segunda-feira com uma acção de sensibilização ambiental no Terminal Rodoviário de Assomada e Moinho, enquadra-se no âmbito do Dia Mundial do Meio Ambiente, assinalado a 05 de Junho, sob lema “Uma só Terra”.

Entretanto, segundo a mesma fonte, o público-alvo durante esta semana são todos os munícipes, envolvendo adultos, jovens e até mesmo crianças.

E tendo em conta que o problema se centra no tratamento dos resíduos sólidos, durante esta semana vão levar a campanha de sensibilização aos estabelecimentos comerciais visando ajudá-los a tratar melhor o lixo.

Na ocasião, o responsável pediu aos munícipes para não jogarem o lixo ao pé dos contentores quando os encontrar cheios, mas sim para aguardá-lo até a chegada do camião de recolha de lixo, que além da recolha de lixo dos estabelecimentos comerciais duas vezes ao dia, faz o serviço porta a porta no centro da cidade de Assomada a partir das 14:00.

Por tudo isso, Zenon Mirando disse acreditar que se todos colaborassem e não colocar o lixo ao pé dos contentores, a cidade de Assomada vai ficar cada vezes mais limpa e mais saudável, e que a própria câmara vai preocupar-se com outros sectores do desenvolvimento deste município santiaguense.

“Queremos focar na parte de sensibilização e não em coimas. Queremos incutir nas pessoas que quando tratarem o lixo estão a fazer um bem a si próprio, às suas comunidades e ao município”, esclareceu o responsável.

Entretanto, lembrou que o Código de Postura Municipal prevê coimais a quem deitar lixo fora do contentor e entulhos, terras e sobras de materiais de construção em locais não autorizados pelo município liderado por Jassira Monteiro.

Sobre as sobras de materiais de construção que têm “invadido” as bermas das estradas, avançou que a câmara já procedeu recentemente à limpeza nas estradas de Chã de Tanque e Ribeira da Barca, tendo gastado quase 1.000 contos.

Após a limpeza, assegurou que a autarquia vai fazer cumprir as leis municipais e outras, mas, no entanto, pediu a colaboração da população, sobretudo os camionistas para que juntos possam manter o município limpo, até porque há um sítio próprio para deitar sobras de construção civil e terras.

Além das campanhas de sensibilização ambiental, informou que da programação constam exposição de produtos reciclados e artesanais, Feira de Plantas Ornamentais, palestras, plantação de espécies frutíferas na Ribeira da Barca, actividades desportivas (provas de atletismo, resistência e velocidade e ainda um torneio de boxe), visitas a viveiros, e oficinas de reciclagem.

FM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos