Saneamento: PAICV desafia edilidade a fazer de Porto Novo a cidade mais limpa do País

Porto Novo, 31 Dez (Inforpress) – A edilidade porto-novense tem meios para fazer da cidade do Porto Novo, em Santo Antão, a urbe mais limpa de Cabo Verde, no entender do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), neste concelho santantonense.

O desafio é lançado pelo líder da bancada do PAICV na Assembleia Municipal do Porto Novo, Osvaldo Fortes, que alerta à autarquia para a necessidade de actuar, sobretudo, nas ribeiras e encostas desta urbe, que, nos últimos anos, têm sido depósitos para lixos de diversos tipos.

Segundo Osvaldo Fortes, a câmara deixou, nesses anos, de limpar as ribeiras e encostas, onde se nota “um amontoado de lixo” e defende a necessidade de se proceder à requalificação desses sítios que podem se transformar em “autênticas lixeiras”.

O presidente da câmara, Aníbal Fonseca, defende que “Porto Novo é, efectivamente, uma cidade”, facto, avançou, reconhecido pelos munícipes e pelas pessoas que visitam este município, realçando os investimentos realizados a nível de requalificação urbana e ambiental, que têm contribuindo para tornar esta urbe “mais limpa e atractiva”.

Para 2021, as autoridades municipais anunciaram um conjunto de investimentos no sector de saneamento, com destaque para a aquisição de uma viatura nova para recolha e transporte do lixo e de novos contentores.

Uma campanha de sensibilização, com vista a um “comportamento adequado” em relação ao saneamento, a remoção das carcaças das viaturas espalhadas um pouco pela cidade, a deslocalização das pocilgas situadas nas imediações das habitações, a criação de novos espaços verdes, com a fixação de oito mil plantas de ornamentação são outras intervenções anunciadas pela câmara.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos