Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Sal: Retiro espiritual vai permitir aos padres reflectir e trabalhar juntos para o mesmo ideal – padre Adriano Baptista

Espargos, 06 Fev (Inforpress) – O padre Adriano Baptista, da paróquia do Sal, considerou hoje que o retiro dos padres que decorrerá de segunda a sexta-feira da próxima semana, vai permitir um trabalho, oração e reflexão conjunta para o mesmo ideal.

Segundo o padre Adriano Baptista, anfitrião desse encontro promovido pela Diocese do Mindelo, esta formação, seguida de retiro espiritual, é “muito importante” já que permite uma actualização sobre as notícias da pastoral, a vida da igreja, além do convívio entre os sacerdotes das diferentes ilhas do país.

Um grupo de 12 padres das diferentes ilhas do arquipélago encontra-se desde segunda-feira no Sal, para este retiro espiritual para “carregarem baterias” e se “encherem um pouco mais” de serenidade e paz de Deus.

“Depois da formação há o retiro que é um momento de paragem, de rezarmos, estarmos juntos… sentirmos que há essa comunhão, principalmente ao nível da oração, importante para a nossa vida espiritual. Mas também um momento de convívio e partilha durante esses dias”, sublinhou.

Reunidos desde terça-feira, 04, o padre Adriano Baptista, disse que enquanto padre, que pertence a este presbitério, espera sair mais rico e fortalecido do encontro.

“Espero sair mais forte, mais bem preparado para continuar a missão aqui na ilha do Sal”, desejou, manifestando, entretanto, preocupação relativamente à pastoral juvenil.

“Saber como aproximar mais os jovens da igreja. No Sal temos tido essa preocupação, mas a grande dificuldade prende-se com o horário de trabalho dos jovens nesta ilha, que não favorece a sua participação com maior assiduidade na igreja, o que permitiria o seu enriquecimento a nível espiritual”, lamentou o padre Baptista.

Atendendo que todas as paróquias do país enfrentam esses desafios, o sacerdote diz que essa formação seguida de retiro vai permitir partilha no sentido de procurar e encontrar soluções para o enigma.

“Encontrar soluções para que os jovens tenham mais fé, fortaleçam a sua fé espiritual”, manifestou.

Uma vez por ano os padres, neste caso da Diocese do Mindelo, reúnem-se num retiro, mas uma semana antes tomam tempo para formação, uma actualização teológica ou pastoral.

A formação que este ano, tem a juventude como tema central das reflexões decorrerá até sexta-feira, para no sábado e domingo, os sacerdotes fazerem uma pausa numa digressão à ilha, experimentarem outras coisas e terem um momento mais descontraído.

SC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos