Sal: Prisão preventiva para indivíduos na posse de cocaína e TIR para suspeitos de atentado contra comunicações

Espargos, 02 Nov (Inforpress) – O Tribunal do Sal decretou prisão preventiva para dois indivíduos detidos na posse de mais de 300 gramas de cocaína e Termo de Identidade e Residência (TIR) para outros dois, suspeitos de atentado contra comunicações.

Os dois indivíduos foram detidos em flagrante delito pela Polícia Judiciária (PJ) através do Departamento de Investigação Criminal do Sal (DICS) na posse de droga, no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, durante uma acção preventiva e de rotina de controlo de passageiros provenientes da ilha de Santiago.

De acordo com nota da PJ, os indivíduos, uma mulher de 23 anos e um homem de 35 anos, encontrados na posse de 307.23 gramas de cocaína, transportavam a droga, “em elevado estado de pureza”, ocultada em partes íntimas do corpo.

Por outro lado, a PJ capturou, também este fim-de-semana, mais dois homens, de 31 e 39 anos, suspeitos da prática de um crime de atentado contra comunicações, na sequência de um corte de cabos submarinos que ligam as ilhas do Sal/Boavista/São Nicolau.

A infracção ocorreu no passado dia 21 de Outubro, na zona balnear da Madama, o que resultou na paralisação das comunicações entre estas ilhas com outros pontos do país, por mais de cinco horas.

Presentes, às autoridades judiciárias competentes, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguidos detidos e aplicação de medidas de coação pessoal, o juiz aplicou prisão preventiva aos detidos na posse de cocaína, enquanto os suspeitos de atentado contra as comunicações ficaram sob termo de identidade e residência, apresentação periódica e interdição de saída da ilha e do País.

SC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos