Sal: Líder da UCID “animado com crescimento” do partido na ilha (c/áudio)

Espargos, 22 Fev (Inforpress) – O líder da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID, oposição) manifestou-se hoje “animado com o crescimento” do partido na ilha turística, em declarações à Inforpress, no âmbito de uma visita de trabalho de dois dias.

António Monteiro, que iniciou a sua visita esta quinta-feira, devendo regressar hoje à cidade da Praia, deu novamente prioridade às questões sociais e económicas, privilegiando contacto nos bairros, “ouvir e ver” a situação das pessoas nas diferentes localidades.

Nesta sua deslocação, depois de ter cá estado há cerca de dois meses, isto é, em Dezembro de 2018, a equipa liderada por António Monteiro pretende ver os programas do Governo, nomeadamente Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades (PRRA), a reabilitação das casas das pessoas que vivem no Alto Santa Cruz, Alto São João e Terra Boa, bem como uma deslocação às localidades da Palmeira e Pedra de Lume.

Hoje as atenções estão viradas para a cidade de Santa Maria, em contactos com a população e visita a alguns hotéis.

Instado a pronunciar-se sobre a “saúde” do partido na ilha do Sal, António Monteiro, disse, em declarações à Inforpress, que “está bem”, não obstante, conforme referiu, um elemento da UCID ter pedido algum tempo para repensar a sua situação dentro do próprio partido, alegando, também, razões pessoais e profissionais.

“Nesta nossa visita consideramos essa preocupação, e vamos analisar com este nosso militante e dirigente do partido local, o que está a correr mal. E, a partir daqui tomar as devidas decisões”, o líder dos democratas-cristãos, aludindo que o partido terá que estar, “realmente”, com a capacidade de poder transmitir confiança à população de Cabo Verde, de uma forma geral, e do Sal, em particular.

“E, quando, realmente, temos situações que nos pode mostrar que alguma coisa não está a bater, cabe-nos, enquanto responsável máximo da UCID, analisar o que está mal, corrigir e fazer com que todos os que estejam dentro do partido se sintam motivados”, disse.

“Trabalhando não só para o partido ter maior capacidade de intervenção política, mas acima de tudo estarmos aptos para dizermos ao povo que poderemos ser uma alternativa, uma solução para os problemas que o Sal e o país enfrenta”, frisou.

Analisando o crescimento do partido, quer no Sal quer a nível do País, António Monteiro almeja uma UCID com “cada vez mais capacidade de trabalhar melhor” e de “atrair mais militantes e simpatizantes”.

“Para que possamos, realmente, mostrar à população do Sal que nós não estamos preocupados com os militantes, mas com a gestão do país e a gestão da ilha”, concretizou a mesma fonte, para quem a UCID “está a crescer no Sal e em todo Cabo Verde”.

“O país, de uma forma geral, precisa de uma UCID forte”, enfatizou.

SC/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos