Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Sal: Deputada do PAICV vai interpelar Governo sobre situação dos trabalhadores da ASA e classe informal na ilha (c/áudio)

Espargos, 12 Mai (Inforpress) – A deputada do PAICV pelo círculo do Sal disse hoje que vai interpelar o Governo sobre a situação dos trabalhadores da empresa de Aeroportos e Segurança Aérea, dos pescadores e as estratégias para fazer face à covid-19 na ilha.

Segundo Ana Paula Santos, essas preocupações foram coordenadas no decurso da preparação para os trabalhos da primeira sessão da Assembleia Nacional deste mês de Maio, que terá lugar esta quarta-feira, onde deverá participar via videoconferência, a partir do Sal.

“Vimos acompanhando a evolução da situação de pandemia provocada pela covid-19, e graças as Deus, no Sal, a estruturas sanitárias locais conseguiram travar essa luta, não tendo a ilha registado, até agora, nenhum caso de coronavírus”, exteriorizou Ana Paula Santos, que é também médica.

Além de preocupações concernentes à situação dos trabalhadores da Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA), também dos pescadores e trabalhadores informais, a deputada lamentou ainda o facto de a distribuição das cestas básicas, realizadas pela Câmara Municipal do Sal, “não ter sido transparente”, destacando, entretanto, o apoio da sociedade civil, anónimos e outras organizações nessa acção solidária.

“Temos vindo a ouvir várias reclamações de pessoas, nesse sentido. Na preparação para esta sessão parlamentar recolhemos subsídios de mais diversa ordem, cujas preocupações vão ser colocadas ao Governo, ao vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, mas também à ministra da Família e Inclusão Social”, referiu.

Em relação à “problemática” dos trabalhadores da ASA, Ana Paula Santos diz que vai interpelar o vice-primeiro-ministro sobre que orientações deu ao conselho de administração da ASA, relativamente à política de recursos humanos para fazer face à situação da covid-19.

“Do mesmo modo, iremos questionar ao senhor vice-primeiro-ministro sobre o futuro da ilha do Sal enquanto o maior destino turístico de Cabo Verde. A situação actual é difícil, mas temos que pensar no que vem a seguir, o pós-covid-19. Que medidas o Governo vai tomar para preservar os postos de trabalho e amparar as empresas do sector turístico”, concluiu.

SC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos