Sal/2019: “Haverá um antes e um depois dos jogos para Cabo Verde e para o Sal” – Júlio Lopes

Santa Maria, Sal, 14 Jun (Inforpress) – O presidente da câmara do Sal declarou hoje que haverá um antes e um depois dos Jogos Africanos de Praia para Cabo Verde e para o Sal, por se tratar de uma “grande montra” de promoção do arquipélago.

Em entrevista à agência Inforpress na ilha do Sal, no dia em que principiam as competições da 1ª edição dos Jogos Africanos de Praia, em Santa Maria, Júlio Lopes concretizou que se trata de um “grande evento” de Cabo Verde a realizar-se na ilha do Sal.

Mais um momento, assinalou, para a promoção de Cabo Verde enquanto destino turístico e, ao mesmo tempo, uma demonstração da capacidade do país e do Sal, neste caso concreto, em albergar eventos internacionais de “grande envergadura” como este.

“Estando aqui dezenas e dezenas de países, mais de um milhar de atletas, comunicação social de vários quadrantes, ou seja, mais uma oportunidade de Cabo Verde se mostrar no continente africano e no mundo enquanto destino turístico, mas também enquanto espaço para acolher grandes eventos internacionais”, reforçou a mesma fonte.

O autarca referiu ainda que Cabo Verde já tem capacidade para “sonhar mais e organizar qualquer evento de nível mundial”, e é por isso, continuou, que os Jogos Africanos de Praia estão a ser realizado.

“Os organizadores e o Governo estão de parabéns pelo trabalho feito e agora é só esperar pela cereja em cima do bolo, ou seja, que tudo corra bem e possamos mostrar do que somos capazes”, reiterou Júlio Lopes, lembrando que o empenho foi de todas as entidades cabo-verdianas e da sociedade para que o evento venha a ter “um grande sucesso”.

Do ponto de vista competitivo, o autarca salense considerou que já é tempo de Cabo Verde e os seus desportistas colocarem de lado a ideia de ver o desporto como um espaço de participação.

“Temos que ter ambição em tudo para almejarmos sempre o máximo, competir para as medalhas, para sermos campeões”, concretizou, até porque, desejou, a população do Sal e os cabo-verdianos que vão chegar de outras ilhas irão “deleitar-se com este grande evento”.

Sob a égide da Associação de Comité Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA), os Jogos Africanos de Praia Sal 2019, contemplam 11 modalidades ligadas ao mar, nomeadamente atletismo, basquetebol 3×3, andebol de praia, ténis de praia, futebol de praia, remo no mar, futebol Freestyle, karaté kata, kitesurf, e natação em águas abertas.

Estima-se que estarão no país cerca de duas mil pessoas ligadas aos jogos, que principiam esta sexta-feira, entre atletas, dirigentes e respectivas comitivas, bem como jornalistas de vários países.

AA//AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos