Ribeira Grande: Treinador do Rosariense diz ter sido demitido pela direcção que alegou “rejeição dos jogadores à equipa técnica”

Ribeira Grande, 09 Ago (Inforpress) – O recém-destituído treinador do Rosariense, Marcos Fortes, afirmou hoje à Inforpress que foi demitido pela direcção do clube que justificou a medida com a rejeição dos jogadores em assinar para a próxima época, caso a equipa técnica permanecesse.

“Acho que não foi valorizado o trabalho que a equipa técnica fez. E o que me causou estranheza foi a justificativa que nos deram, porque conversando com os jogadores não foi o que alegaram. Todavia, ficamos com o dito pelo não dito, mas depois iremos ver se foi ou não a melhor decisão”, asseverou.

Entretanto, Marcos Fortes acentuou que “não leva magoas” do Rosariense até porque, segundo o mesmo, foi neste clube que iniciou a sua carreira como jogador e depois como treinador.

Outrossim, a mesma fonte salientou que há 15 anos fizeram a mesma coisa, altura em que alegaram que “não tinha condições” de treinar a equipa.

“Não saio com mágoa, muito pelo contrário, agradeço por ter feito o percurso que fiz no Rosariense, agora a direcção achou por bem que tinha que ser tomado essa decisão, olha, respeitamos”, pontuou.

Contudo, o treinador destituído evidenciou que tinha um “projecto lindo” para os alvinegros que, “infelizmente” , foi posto um ponto final.

Marcos Fortes enfatizou ainda que ele e a sua equipa técnica tinham “muito” para fazer, o que poderia colocar o Rosariense num “patamar mais avançado”, mas a direcção achou por bem romper, decisão esta que o mesmo respeita.

“Foi um enorme prazer ter trabalhado com os jogadores e tivemos grandes atletas nas mãos. Agora, a vida de treinador é dessa forma”, concluiu.

Marcos Fortes assinou com o Rosariense para esta época desportiva que findou, tendo o clube vencido o campeonato e a taça na região norte de Santo Antão.

O Rosariense esteve no campeonato e surpreendeu a todos pelo desempenho, tendo sido um dos favoritos ao título, mas ficou a meio caminho após derrota nas meias-finais ante à Académica do Mindelo.

Assim também na taça de Cabo Verde, os alvinegros ficaram a meio caminho ante ao actual vencedor da taça, os Travadores.

A Inforpress tentou contactar os dirigentes do Rosariense, mas estes negaram-se a prestar quaisquer declarações.

LFS/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos