Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ribeira Grande/Lei do álcool: Há “vários aspectos” que devem ser melhorados – vereador

Ponta do Sol, 20 Out (Inforpress) – O vereador da Saúde da Câmara Municipal da Ribeira Grande e coordenador concelhio do álcool e outras drogas disse hoje que há vários aspectos na implementação e fiscalização da lei do álcool que devem ser melhorados.

Rui Costa, que falava à imprensa no final de um encontro de reflexão em comemoração ao segundo ano da entrada em vigor da lei do álcool, afirmou que as condições têm que ser criadas nas instituições para permiti-las que façam, “de facto”, uma fiscalização efectiva.

“Temos a questão de equipamentos de detecção de alcoolemia no sangue que, a nível das estruturas de saúde, segundo informações que foram aqui [no encontro] levantadas, e há rotura de reagentes”, apontou Rui Costa.

Entretanto, a mesma fonte acredita que estas roturas são pontuais tendo em conta a situação de pandemia que, segundo o mesmo, acabou por mudar a atenção de muitas coisas.

Quanto a questão de fiscalização de produção de aguardente em Santo Antão, o coordenador concelhio atestou haver necessidade se sentar para “discutir abertamente” para criarem mecanismos de uma fiscalização efectiva.

Rui Costa fez saber que já dispõem de um cometógrafo operacional, os reagentes e outros componentes necessários já foram importados, prevendo-se que o processo comece entre Novembro e Dezembro.

No entanto, alertou para a necessidade do envolvimento de todas as instituições “para essa questão seja resolvida”.

Rui Costa frisou ainda que durante o encontro foi elencada uma série de ganhos que já tiveram durante estes dois anos no combate ao álcool e outras drogas, após a implementação da lei do álcool.

Na área da saúde, Rui Costa garantiu que tiveram uma diminuição de casos de atendimento no hospital central durante pelo menos no período do ano 2020.

Já na educação, o vereador da Saúde da autarquia ribeira-grandense e coordenador concelhio do álcool e outras drogas considerou que durante o encontro foi demonstrado um “grande trabalho” que tem sido feito na divulgação da lei.

“Houve um aumento de tratamento especializado de pacientes da Ribeira Grande para Granja de São Filipe, na Praia, que aumentou consideravelmente. Há um empenho de todas as instituições em trabalharem a questão do tratamento”, acentuou Rui Costa.

Para Rui Costa, um dos “grandes ganhos” que a lei do álcool trouxe é que o alcoolismo já não é tratado como uma questão de desvio de comportamento, mas sim como uma questão de doença e estas devem ser tratadas com “condições e recursos disponíveis”.

LFS/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos