Ribeira Grande de Santiago: Presidente do Conselho Consultivo promete tudo fazer em prol da melhoria da educação no município

Cidade Velha, 07 Fev (Inforpress) – A presidente do Conselho Consultivo da Delegação do Ministério da Educação da Ribeira Grande de Santiago, Ernestina Rocha, comprometeu-se hoje, conjuntamente com a sua equipa, a fazer de tudo para a melhoria da qualidade da educação neste concelho.

Ernestina Rocha, que é delegada da educação neste concelho, mostrou este desejo depois de ter sido empossada pelo inspector-geral do Ministério da Educação, Julião Barros, e após ter conferido posse aos outros elementos do Conselho, em cerimónia que decorreu no Centro Cultural da Cidade Velha.

“Tudo faremos para honrar os compromissos e juntos enfrentaremos os desafios que a todos nos interpelam em prol da melhoria da qualidade da educação no concelho de Ribeira Grande de Santiago. Procuraremos promover uma cultura de diálogo, de participação e de partilha e de responsabilização de todos os elementos da comunidade educativa”, prometeu.

O acto, segundo disse, reveste-se de um “profundo” significado para a educação no concelho, pois, avançou, é o único concelho que nesse momento tem constituído um Conselho Consultivo da delegação.

A presidente e delegada disse estar ciente dos desafios que tem pela frente, mas espera a colaboração de todos para que possam dar respostas aos desafios e “obterem melhores resultados”.

Entretanto, avançou que a delegação tem vindo a alcançar “ganhos significativos” no domínio da qualidade educação, como no domínio da modernização e adequação do sistema dos serviços educativos.

Ainda com o propósito de melhorar a vida escolar no concelho, Ernestina Rocha informou que a delegação tem vindo a envolver todos os agentes, tanto no processo de elaboração de propostas e tomadas de decisão, como no processo de acompanhamento e avaliação.

Por sua vez, o inspector-geral do Ministério da Educação, Julião Barros, disse que este conselho é um órgão “importantíssimo” para a delegação e para o Ministério da Educação, uma vez que é formado por vários segmentos sociais.

“Carrega consigo uma outra lógica imprimida na gestão, uma dimensão participativa que se impõem ao próprio sistema educativo. Não é por acaso, não é inocente, que o Conselho Consultivo é composto por vários segmentos sociais. Essa é uma lógica de participação social que também impregnada de representatividade e, portanto, um tributo à democracia”, assegurou.

Ajuntou ainda que o Conselho Consecutivo, pela sua composição, é um elemento dentro do próprio sistema educativo capaz de impulsionar os trabalhos da educação para outros patamares.

O Conselho Consultivo, segundo o regulamento, é o órgão consultivo que emite pareceres sobre a prossecução das atribuições do Ministério da Educação a nível do concelho da Ribeira Grande de Santiago.

É constituído pela delegada que assume o cargo de presidente, pelos directores dos agrupamentos escolares, representantes da Assembleia Municipal e da Câmara Municipal, representante do pessoal docente e não docente, da associação dos estudantes e da associação dos país e encarregados da educação.

AM/MF//CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos