Ribeira Grande de Santiago: Presidente da câmara confirma desprofissionalização da vereadora da educação e juventude

Cidade Velha, 31 Mar (Inforpress) – A vereadora que ocupava o pelouro da Juventude, Desporto, Educação e Acção Social na Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago foi desprofissionalizada, confirmou hoje o edil Manuel de Pina.

Cláudia Miranda, que tinha também a pasta da protecção civil, foi desprofissionalizada numa deliberação presidencial de 25 de Março, alegando falta de confiança política.

O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago explicou à Inforpress, que neste momento em que a autarquia tem em marcha o plano de contingência no âmbito da pandemia do novo coronavírus, a vereadora entendeu por bem devolver a pasta de protecção civil.

“Achamos que não foi uma decisão correcta em devolver o pelouro de protecção civil nessas circunstâncias, e achei por bem a vereadora devolver os pelouros da educação, juventude, desporto e acção social, que tinha também ao seu cargo”, disse afirmando que o presidente da câmara é que determina quais são os pelouros a serem ocupados pelos vereadores.

Por se tratar de uma questão e situação sensível, avançou que a vereadora deveria coadjuvar o autarca a nível da logística para ajudar o serviço de saúde do município a implementar um plano eficaz.

“A vereadora entendeu que não, mas sim ela que deveria coordenar todo o processo, e, por conseguinte, achou que o presidente da câmara está a desautorizar e decidiu entregar o pelouro”, explicou.

Manuel de Pina considerou que a atitude da vereadora foi “irresponsável, desagradável e desrespeitosa” pela forma como tratou essa questão e achou que não havia motivos nem condições para continuar a ocupar o cargo.

A Inforpress procurou contactar Cláudia Miranda para esclarecer a situação, mas as tentativas revelaram-se infrutíferas.

AV/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos