Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ribeira Grande de Santiago: Plano de actividades e orçamento chumbados pelo PAICV e por um deputado do MpD (c/áudio)

Cidade da Praia, 20 Dez (Inforpress) – Os seis deputados do PAICV, oposição, e o deputado José Mendonça, do Movimento para a Democracia (MpD, poder na autarquia), chumbaram hoje o plano de actividades e o orçamento da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago.

Nesta sétima sessão ordinária, realizada no Centro Cultural da Ribeira Grande de Santiago, Cidade Velha, os seis deputados do Partido Africano de Independência de Cabo Verde (PAICV) votaram contra o plano e o orçamento, apresentado no valor de 348 mil contos, o deputado do MpD José Manuel Mendonça também votou contra, enquanto os seis deputados do MpD votaram a favor.

Na sua declaração de votos, o líder da bancada do PAICV, Franklim Ramos, disse que votaram contra esses instrumentos porque tanto o plano como o orçamento são uma continuidade dos outros instrumentos aprovados e que sempre trazem um rol de projectos a executar, mas no fim “nada do que foi planificado é executado”.

“Tendo em conta que ele disse que não precisa do nosso voto e que realiza todas as suas actividades sem o nosso voto e não quer contar com o novo voto, mas não foi por isso que não votamos. Não votamos porque temos consciência daquilo que é a necessidade do nosso município”, disse, apontado que este plano deixa os agricultores, criadores do gado e os pescadores “à sua sorte”.

O deputado do Movimento para a Democracia (MpD, poder) José Manuel Mendonça, que também votou contra, não fez a declaração de voto, no entanto, durante a discussão do orçamento, disse que tudo o que está no plano de 2020 já vinha nos planos de 2019 e de 2018.

Este reforçou ainda que está ali para defender os interesses dos ribeira-grandenses.

Em nome da bancada do MpD, o líder Nilton Livramento pediu desculpa aos eleitores que votaram a favor do MpD, uma vez que com este chumbo acredita que todos devem estar a sentirem-se traídos.

Durante a sua declaração de voto, Nilton Livramento elencou vários projectos que não vão ser realizados devido àquilo que considerou ser uma “birra” de um dos deputados da sua bancada.

Em declarações à Inforpress, o presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, Manuel de Pina, disse que o deputado José Manuel Mendonça “votou contra o desenvolvimento do município” e que “pôs o interesse pessoal” acima dos interesses do concelho.

“Ele fez questão de fazer referência de que o projecto que está em curso da orla marítima vai contra os seus interesses, ou seja, ele votou contra por interesse pessoal. Ele não dignificou e não honrou o compromisso que tem com o MpD e nem com o nosso município.   Votou contra, é um direito que ele tem”, frisou.

Apesar disso, o autarca assegurou que os projectos de infra-estruturação do município como a orla marítima, o polidesportivo de Cidade Velha, as intervenções nas casas sociais e intervenção urbanas, vão continuar, pois vão funcionar com o orçamento do ano passado, “sem nenhum problema”.

“É claro que teremos várias inovações no orçamento que não vamos poder implementar, mas isso não vai afectar o processo normal de desenvolvimento do município”, assegurou.

AM/AA
Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos