Ribeira Grande de Santiago: PAICV apela ao diálogo permanente e MpD destaca ganhos e conquistas alcançadas

Cidade Velha, 31 Jan (Inforpress) – A bancada municipal do PAICV da Ribeira Grande de Santiago apelou hoje ao “diálogo permanente” e uma maior articulação visando facilitar o desenvolvimento local, tendo o líder da bancada do MpD enaltecido os ganhos e as políticas implementadas.

Estes posicionamentos foram manifestados pelo representante da bancada municipal do PAICV (oposição), António da Veiga, e pelo líder da bancada municipal do MpD (poder), Nilton Nascimento, durante a sessão solene do dia do município da Ribeira Grande de Santiago, assinalado esta quinta-feira, na Cidade Velha.

Para o deputado municipal da bancada do MpD, esta é uma data que deve ser comemorada com “verdadeira exaltação e renovada emoção” de um dia tão importante que significa para o desenvolvimento de Ribeira Grande de Santiago.

Para este dirigente, os tempos vividos actualmente no município são bem diferentes e melhores, isto se comparado com outros tempos em que, ajuntou, “tudo faltava”.

“Agradecemos a todos quanto lutaram pela criação do município e que ao longo dos anos trabalharam activamente pelo progresso do nosso município. Ribeira Grande de Santiago tem tudo para ser melhor: da localização privilegiada à extraordinária riqueza humana e a sua condição de cidade berço”, declarou, sublinhando que, apesar das divergências de opinião próprias da democracia, o MpD orgulha-se do caminho percorrido ao longo dessas décadas de existência do município.

Por outro lado, afirmou que é possível sonhar com o município que deixe de estar dividido pelos interesses partidários, tendo frisado que, para tal, é necessário haver, rapidamente, uma mudança de atitude na qual são necessários munícipes mais empreendedores e menos dependentes dos poderes central e local.

Por seu turno, o representante do líder da bancada municipal do PAICV, António da Veiga, disse que a participação de todos os cidadãos no processo da decisão e gestão dos assuntos do poder local “é fundamental” para promover a democracia, transparência e boa governação, sobretudo para criar na população um espírito de pertença em todos os assuntos que têm a ver com o desenvolvimento do município.

No seu entender, estes são componentes vitais para o desenvolvimento e inserção da Cidade Velha na economia global, isto porque, conforme sublinhou, sendo Ribeira Grande de Santiago um município com carência de várias ordens, a transparência e boa governação são fontes de recursos e capitais preciosos que se deve ter em conta.

Para António da Veiga é evidente que o concelho tem registado alguns ganhos, mas isso, ajuntou, está longe de atingir a meta desejada e as expectativas das populações, tendo neste sentido apelado ao “diálogo permanente” e uma maior articulação entre os poderes central e local visando garantir o desenvolvimento do berço da cabo-verdianidade.

“Desta forma, apelamos ao poder central e local a ter em linha de conta de que um município rural como nosso está a passar por grandes dificuldades. Pedimos mais politicas que promovam a criação de emprego, apoio para salvamento do gado, a mobilização da agua, maior dinamismo do sector do turismo, um melhor aproveitamento do património mundial da humanidade”, solicitou salientando, por outro lado,  que a Assembleia Municipal é um órgão fiscalizador por excelência e deve fazer a fiscalização com imparcialidade e transparência.

O representante da bancada municipal do PAICV aproveitou ainda para apelar ao Governo no sentido de contemplar o município com projectos e programas, com especial enfoque para a agricultura, construção de infra-estruturas para a mobilização da água, melhoria das estradas, visando melhorar as condições de vida da população e ajudar na construção de um município de confiança, prospero e desenvolvido.

CM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos