Ribeira Grande de Santiago: Nove indivíduos vão a julgamento sumário por suposta captura de tartarugas

Cidade da Praia, 06 Jul (Inforpress) – Nove indivíduos serão julgados sumariamente após serem detidos em flagrante delito, no concelho da Ribeira Grande de Santiago, por suposta prática de captura de tartarugas marinhas, informou hoje a Polícia Nacional.

Em comunicado, a corporação adianta que o Comando Regional de Santiago Sul e Maio, através da Esquadra Policial de Ribeira Grande de Santiago, apresentou ao Ministério Público (MP), detidos em flagrante delito, no dia 04 de Julho de 2020, nove indivíduos de sexo masculino, com idades compreendidas entre 17 e 44 anos, por prática de captura de tartarugas marinhas.

Segundo a mesma fonte, seis desses indivíduos foram surpreendidos na Cidade Velha, por uma equipa policial, durante as rondas rotineiras às praias balneares, na posse de 7,410 quilogramas de carne e 539 ovos de tartaruga.

Os outros três indivíduos, prosseguiu, foram surpreendidos em Porto Mosquito, quando regressavam da pesca, na posse de carne de tartaruga acondicionada em baldes.

A nota da PN informa ainda que dois dias antes, na praia de Fralda e num porto próximo, a mesma equipa tinha encontrado, ainda vivas, três tartarugas marinhas já na idade adulta, amarradas por cordas e uma outra já esquartejada e num barril.

“Tanto as tartarugas, ainda vivas, como as carnes, foram recolhidas e devolvidas ao mar, cumprindo com a legislação vigente”, acrescentou a PN, completando que “os suspeitos foram apresentados ao Ministério Público e saíram sob termo de identidade e residência (TIR), com julgamento sumário marcado”.

A Polícia Nacional apelou ainda “à consciência de todos no sentido da preservação da espécie e ao cumprimento da Lei”.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos