Ribeira Grande de Santiago: MpD denuncia falta de transporte escolar no início do ano lectivo 

Cidade da Praia, 21 Set (Inforpress) – O Movimento para Democracia (MpD, poder) denunciou hoje, na Cidade da Praia, a situação de falta de transporte escolar no município de Ribeira Grande de Santiago, “quando a Ficase disponibiliza anualmente 6.400 contos para transportes dos alunos”.

A denúncia foi feita em conferência de imprensa pelo membro da Comissão Política, Nilton Livramento, na sequência da falta de transporte no arranque do ano lectivo 2022/2023, naquele município.

“A Fundação Cabo-verdiana de Acção Social e Escolar (Ficase) disponibiliza anualmente 6.400 contos somente para transportes e foi a partir daí que a anterior gestão camarária comprou seis autocarros novos para que o transporte dos alunos sejam gratuitos”, precisou Milton Livramento, acrescentando que o transporte inclui também as zonas altas, designadamente Belém, Pico Leão e Tronco.

“Inclusive, na manhã de hoje, constatei cinco alunos da zona de Belém a pagar transporte privado”, denunciou.

Entretanto, lembrou que houve uma concertação entre a direcção escolar e a câmara municipal, na qual a autarquia se comprometeu em disponibilizar o transporte escolar gratuito desde primeiro dia do ano lectivo.

“Mas afinal tal não se verificou, há transporte para atletas e para torneios, para os alunos não. Esta é uma situação que não pode ser tolerada porque estamos a mexer com os bolsos dos nossos munícipes”, observou.

OM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos