Ribeira Grande de Santiago: IGAE apreende 30 mil litros de preparo de recalda e açúcar para falsificação do grogue

Cidade Velha, 16 Abr (Inforpress) – A Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE) aprendeu segunda-feira, junto com a Polícia Nacional e fiscais municipais, 30 mil litros de recalda e açúcar em estado precário de fermentação para falsificação do grogue na Ribeira Grande de Santiago.

Segundo nota da IGAE, o produto foi encontrado escondido em um sótão de uma casa antiga “em estado precário de fermentação pondo em causa a saúde pública e a valorização do grogue”, pelo que vai fazer a sua destruição hoje na localidade de Chão de Zimbrão.

Conforme esta autoridade, para desviar as autoridades de fiscalização, o esquema de fermentação conta com uma canalização que conduz a matéria fermentada para o alambique que depois é destilada.

A IGAE destaca, na mesma nota, que desde o início do período de produção do grogue deste ano, já foram encontrados e destruídos quase 60 mil litros de solução para falsificação do grogue em Ribeira Grande de Santiago, tornando o município no lugar onde já se fez maior volume de apreensão.

“Com estas intervenções, a equipa conjunta de fiscalização já evitou a entrada no mercado de cerca de 12 mil litros de grogue falsificado, apenas no município de Ribeira Grande de Santiago”, referiu-se no mesmo documento.

A IGAE afirma ainda que para estancar essas produções ilegais vai iniciar o fecho da produção a 1 de Junho de 2019 e solicitar à Direcção Nacional da Indústria para não prorrogar o período de produção para os prevaricadores ou aqueles que não comprovarem a existência de cana-de-açúcar.

Na mesma nota, esta autoridade aproveita para apelar ainda aos cidadãos a denunciarem “práticas ilícitas de produção” que têm causado “graves danos à saúde pública”.

CD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos