Ribeira Grande de Santiago: Câmara quer promover turismo cultural através do Projecto Cidade Velha Virtual

Cidade da Praia, 26 Jun (Inforpress) – A directora da Cultura da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago disse hoje que a autarquia quer promover o turismo cultural, através do Projecto Cidade Velha Virtual, para a divulgação da “riqueza patrimonial e histórica” do município.

Elisabete Cardoso avançou estas informações à Inforpress, à margem da cerimónia de apresentação do Projecto Cidade Velha Virtual, no âmbito da comemoração do 13º aniversário da elevação da Cidade Velha a categoria de Património da Humanidade pela Unesco, que se assinala a 26 de Junho.

“Este ano no âmbito das celebrações quisemos trazer algo novo então e nada como trabalhar em parcerias neste caso a empresa Bonako, que apresentou o projecto da Cidade Velha virtual que tem como objectivo mostrar a riqueza patrimonial e histórica que temos não só vivenciada por quem está cá mas também quem está fora do País”, indicou.

Segundo disse, pretendem com esta iniciativa 3D promover o turismo cultural no município de Ribeira Grande de Santiago, salientando que a perspectiva é a partir do monumento Sé Catedral dar continuidade apresentando outros monumentos históricos existentes no berço da cabo-verdianidade.

“Pelo que visualizamos e temos constatado hoje tanto as crianças, jovens e idosos que tiveram essa experiência gostaram e após a experiência vamos nos reunir novamente e ver como é que iremos  dar a continuidade no terreno porque acreditamos que é mais uma atracção para visitar o sítio histórico”, declarou.

Por seu turno, o director criativo da Bonako, Ivandro Ribeiro, explicou que a empresa está ainda numa fase de prototipagem e que a mesma está a criar as experiências, para anexá-las a outras ferramentas de forma a torná-las metaversa.

“Pegamos na Sé Catedral como qualquer outro edifício histórico ou turístico, pomos num servidor, no Cloud proporcionamos nesse mesmo servidor ferramentas de multiplayer, para que mais de uma pessoa possa estar ao mesmo tempo e oferecemos também interacção dentro do espaço”, explicou.

Segundo este responsável, para a visualização da Cidade Velha virtual, os interessados utilizam o dispositivo Óculos Quest que é o primeiro headset feito para a jogatina da empresa e oferece seis graus de liberdade, controles sensíveis ao toque  e uma experiência livre de cabos ou sensores externos.

“Temos a Cidade Velha inteira digitalizada, mas não a ponto de termos a experiência mais realista possível, fazer o refinamento de cada objecto, neste caso estamos a começar com a Sé Catedral, que vai refinada mais ainda para ficar mais a realista possível, a interacção não ser objectos de testes que estão lá ser interacção com as pedras e até criar uma experiência na linha do tempo para uma experiência para o passado” assegurou, realçando que o feedback das pessoas após a utilização dos óculos tem sido muito positivo.

CM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos