Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ribeira Grande de Santiago: Antiga esquadra da Polícia Nacional vai ser transformada numa biblioteca comunitária (c/áudio)

Cidade Velha, 14 Dez (Inforpress) – A Associação Cultural Educativa da Ribeira Grande de Santiago, em parceria com a empresa Cimpor Cabo Verde, está a transformar o antigo edifício da esquadra da Polícia Nacional, naquele município, numa biblioteca para servir a comunidade.

Em declarações à Inforpress, o presidente da associação CERGI, Eloi Semedo, explicou que há vários anos que a associação pretenderia desenvolver este projecto, mas por falta de espaço não avançaram.

Entretanto, com a deslocação da esquadra da polícia para um outro sítio viram uma oportunidade e logo solicitaram à Câmara Municipal este espaço.

“Eles gostaram deste projecto e deram este espaço. Agora, estamos junto com a Cimpor a fazer a remodelação deste espaço para criar uma biblioteca comunitária CERGI, onde os jovens podem ter acesso aos livros, computadores eIinternet”, disse à Inforpress este jovem, enquanto decorriam os trabalhos de pintura do espaço.

Depois desta da fase de remodelação e de pintura, Eloi Semedo fez saber que numa segunda fase vão fazer a recolha e a montagem dos livros para apetrechar a biblioteca, que deverá ser entregue à comunidade no início do próximo ano.

Por agora, informou, já contam com livros doados pelo escritor Pedro Silva e pela Associação Viver sem fronteiras de Portugal e estão em contacto com a Universidade Jean Piaget de Cabo Verde e o Instituto do Património Cultural no sentido de doarem mais livros.

O administrador da Cimpor, João Cunha, que também está no local a fazer a pintura do espaço, disse à Inforpress que a empresa no âmbito das suas de solidariedade resolveu abraçar este projecto “Cimentar a solidariedade”.

Para além de ajudarem na remodelação do edifício, disse que a Cimpor vai oferecer livros no âmbito do projecto “Cimentar Leitura” e ainda vão continuar a “alimentar” a biblioteca e a acompanhar no crescimento deste projecto.

“O importante é fazermos alguma coisa e mostrarmos que a Cimpor não se limita a vender cimentos, mas ajuda a construir Cabo Verde com acções sociais”, sublinhou.

AM/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos