Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Revista “Leitura” chega à 5ª edição com o poeta Jorge Carlos Fonseca em destaque

Cidade da Praia, 12 Abr (Inforpress) – O poeta e Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, faz a capa do quinto número da revista “Leitura”, cujo lançamento aconteceu no final desta tarde, na Livraria Pedro Cardoso, na Cidade da Praia
Nesta entrevista, intitulada “O Inventor do surrealismo cabo-verdiano”, Jorge Carlos Fonseca expõe a sua metodologia de escrita e fala do surrealismo cabo-verdiano, que é considerado inventor.

“Eu posso dizer que sou o inventor do surrealismo cabo-verdiano (…) o surrealismo é também uma visão sobre a literatura. Isto é, no fundo, eu parodiei um certo tipo de escrita e essa paródia pode-me dizer que é o uso da técnica”, explica Jorge Carlos Fonseca, durante uma parte da entrevista.

Este número traz na rubrica “Publiquei na Pedro Cardoso”, o texto de Adalberto Silva “Betú” sobre o seu livro “Apontamentos da História da Ilha do Maio”.

A revista tem ainda um artigo de opinião de Henrique “Djick” Oliveira, intitulado “Toda arte tem fingimento” e várias outras notícias relativamente a livros.

Em declarações à Inforpress, o director da “Leitura”, Mário Silva , informou que este número tem a particularidade de comemorar o primeiro aniversário da revista, que num espaço de um ano fez cinco publicação.

“É algo que nos enche de orgulho e que nos deu muito prazer e trabalho, mas o nosso objectivo é fazer melhor do ponto de vista da periodicidade”, revelou Mário Silva, acrescentando que a ideia é alinhar com as melhores práticas internacionais.

“Ou seja, nossa revista vai sair no primeiro mês de cada trimestre e outra novidade é colocar na página da internet, a partir do segundo trimestre deste ano, os primeiros três números da revista.

A apresentação desta 5ª edição da “Leitura” esteve ao cargo da professora e investigadora Eurídice Monteiro, da Universidade de Cabo Verde.

OM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos