Revista Bantumen apresentou as suas 100 personalidades negras da lusofonia 2022

Lisboa, 04 Dez (Inforpress) – A artista Grada Kilomba, o futsalista português Zicky Té, o académico brasileiro Jarbas Vargas Nascimento e a arquiteta e a curadora angolana Paula Nascimento estão entre as 100 personalidades negras do ano da lusofonia para a revista Bantumen.

As ‘100 Personalidades Negras Mais Influentes da Lusofonia em 2022’ foram hoje divulgadas, com uma apresentação pública da lista no Teatro São Luiz, em Lisboa, revelou a ‘Bantumen’, plataforma digital centrada na cultura negra, que repetiu este ano a iniciativa de 2021 que criou uma ‘Power List’ de personalidades negras.

“Nomes como Ivandro (Artista de Música), Jarbas Vargas Nascimento (Académico), Zicky Té (Futsalista), Paula Nascimento (Arquiteta e Curadora Artística) José Lino Neves ( V i c e – Presidente Ass. Batoto Yetu Portugal), Alice Neto Sousa (Poeta), Janice Silva (Futsalista), Grada Kilomba (Artista interdisciplinar), Mónica de Miranda (Artista e Investigadora Cultural), Carlos Andrade ‘Artolash’ (Humorista) ou Sebastião Coana (Artista), entre vários outros, compõem a lista de 2022”, adianta a organização da iniciativa em comunicado.

Da lista fazem parte nomes de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Moçambique.

“Foram celebradas personalidades de diversas áreas de atuação, desde artistas, académicos, influenciadores digitais, desportistas, empreendedores e muito mais, que criam um impacto positivo e notável na sociedade”, refere-se no comunicado.

A Bantumen lidera a iniciativa com o apoio das plataformas de comunicação Balai CV, Rádio Cidade (Cabo Verde), Mundo Negro (Brasil), No Balur (Guiné Bissau), PlatinaLine (Angola), STP Digital (São Tomé) e Xonguila (Moçambique) que, em conjunto, elegeram as 100 personalidades da lusofonia, através de um sistema de votação que abrangeu “74 jornalistas e produtores de conteúdo, em seis países diferentes”.

Segundo a organização, a iniciativa deste ano atribuiu também três prémios de empreendedorismo e inovação.

“O “Djassi Award” foi para Ricardo Lima, Head of Startups da Web Summit, que se destacou pelo seu papel impulsionador de ecossistemas de inovação favoráveis a Afro-empreendedores. O galardão de “Empreendedor Promissor Bantumen”, [foi] entregue em parceria com a Startup Portugal, a Nuno Varela, fundador do espaço comunitário Kriativu, em Chelas, um projeto de impacto social que impulsiona jovens explorarem o seu talento”, refere o comunicado.

“Por sua vez, António Rocha, fundador da startup Smartex, venceu o “Prémio de Mérito – Empreendedor BANTUMEN”, também em parceria com a Startup Portugal, pelo seu incrível espírito de inovação e irreverência no ecossistema empreendedor”, acrescenta.

Os homenageados de 2022 foram escolhidos a partir de um universo de mais de 200 candidatos.

“Celebrar e dar visibilidade global ao percurso de excelência da comunidade afrodescendente, é o mote da iniciativa que se associa ao Dia Internacional dos Direitos Humanos para promover a igualdade, diversidade e inclusão, em que os nomeados têm em comum um sentido de representatividade e pertença entre a comunidade negra lusófona”, salientou Vanessa Sanches, fundadora da Bantumen, em declarações à Lusa, na apresentação da iniciativa, em novembro.

Inforpress/Lusa

Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos