Restaurantes “deliciam” praienses com o tradicional almoço de Cinzas com “toques especiais”

Cidade da Praia, 17 Fev (Inforpress) – Os restaurantes na cidade da Praia deliciam hoje os clientes com o tradicional almoço de Cinzas, apostando na inovação para chamar atenção daqueles que preferem apenas saborear os pratos típicos desta festa, em vez de os confeccionar.

Todos os anos, como é habitual, os restaurantes da Praia preparam os pratos típicos para o almoço de Cinzas, em que não faltam o peixe seco, couve, mandioca, batata-doce, cenoura, coco, “trotchida” (feita com feijão, ovos e óleo de coco, havendo também abundância de tubérculos e legumes cozidos), xerém, cuscuz, mel, entre outros.

Apesar dos ingredientes essenciais para a confecção destes pratos serem os mesmos, cada restaurante usa um “toque especial ou um ingrediente mágico” para diferenciar os sabores destes alimentos.

Assim, este ano, para os que não querem confeccionar o almoço e apenas deliciá-lo, podem recorrer aos serviços de alguns restaurantes na ilha de Santiago, onde a tradição de quarta-feira de Cinzas “é muito forte”.

Na Cidade da Praia, os restaurantes Flor de Liz, Ipanema, Nice Krioula, Restaurante Atlântico estão a oferecer um pacote para o almoço que varia entre os 1000 e os 1500 escudos, para cada pessoa.

Ana Alves, gerente do Restaurante Atlântico, disse à Inforpress que este novo espaço na Praia não poderia ficar de fora de uma data “muito especial” para os santiaguenses, que marca o primeiro dia da Quaresma.

“Nada é novo, mas dentro do que há, vamos fazer alguma inovação. Vamos fazer o cozido de peixe seco, com couve, mandioca, batatas doce e inglesa, “trotchida” com ovo escalfado, cuscuz com mel, o xerém com leite de coco. Será a refeição para degustar, juntamente com a família e amigos”, disse, informado que o cliente pagará apenas o almoço e terá como brinde um copo de vinho, patê de peixe seco e cuscuz com mel.

Já o restaurante Ipanema, segundo a gerente Maria Carvalho, trouxe para a Praia todos os costumes e gostos do interior de Santiago, começando pela comida feita na lenha, acompanhado de música ao vivo com os batucadores de Santa Cruz “Obi Bu Sumara”.

“Fazemos todas as nossas comidas tradicionalmente na lenha, com as senhoras do interior que estão aqui para o fazer, e as nossas funcionárias estarão vestidas com trajes tradicionais, porque tentamos fazer de tudo para ser semelhante à festa que é feita no interior”, precisou.

O objectivo, explicou, é dar às pessoas da Praia uma opção ou alternativa, já que este ano, devido à covid-19, a mobilidade para o interior de Santiago não é aconselhada.

“Estaremos permitir aos nossos clientes irem ao interior sem sair da Praia, porque tudo o que poderão encontrar no interior de Santiago também encontram no Ipanema”, enfatizou.

Para além de oferecer um “ambiente agradável” para os clientes almoçarem, a Flor de Liz irá fazer o serviço de ‘Take Away’ para os clientes saborearem o almoço em casa e no seio da família.

“O meu tempero fala por si, porque todos têm estado a gostar. A nossa intenção é que os clientes sintam que estão a degustar uma comida feita por seus avós ou pais, ou seja, aquela comida feita em casa, com amor”, sublinhou Nádia Monteiro, gerente da Flor de Liz.

Já a Nice Kriola, que para além de oferecer as várias iguarias do tradicional almoço de Cinzas, adicionou ao cardápio da sobremesa o crepe com doce de papaia.

“Venha almoçar ou jantar connosco pá dá quel farto, com o menu que reservamos para si, com amor e o cuidado de sempre. A partir das 12:30 e até fechar, teremos disponível o menu para degustar e mostrar a covid-19 que a tradição badia irá manter-se, lê-se na página de rede social facebook do restaurante.

De referir que este ano, o Governo não concedeu tolerância de ponto para o tradicional almoço de quarta-feira de Cinzas, que se festeja na ilha de Santiago, por causa da situação da pandemia de covid-19 que se vive no País.

Os praienses que têm por hábito se deslocar ao interior de Santiago, por recomendação do Governo, vão celebrar este dia no seio da família, em casa.

A quarta-feira de Cinzas marca o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão e ocorre 40 dias antes da Páscoa.

Normalmente, neste dia, segundo a Igreja católica, os cristãos devem iniciar o dia com jejum e abstinência e só no final do dia lançar-se na fartura.

AM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos