Republicanos mudam regras para nomear juiz do Supremo indicado por Donald Trump

 

Washington, 06 Abr (Inforpress) – A maioria republicana no Senado dos EUA mudou hoje unilateralmente o regulamento da instituição para impor a confirmação do juiz conservador Neil Gorsuch nomeado para o Tribunal Supremo, pondo fim a décadas de tradição de compromisso.

Durante uma votação processual transmitida nos principais canais de notícias norte-americanos, 52 senadores republicanos aprovaram a redução de 60 para 51 votos a maioria necessária para desbloquear as discussões sobre a nomeação do juiz para o Supremo Tribunal.

A oposição do Partido Democrata, que tinha conseguido horas antes bloquear a nomeação com base nas regras anteriores, denunciou o que considera ser uma posição de força cheia de consequências.

A nomeação de Neil Gorsuch, escolhido pelo Presidente Donald Trump, para ocupar um lugar vitalício no Tribunal Supremo tinha sido bloqueada com votos de 55 senadores a favor e 44 contra.

Senadores dos dois partidos criticaram a, já esperada, alteração na votação, avisando que pode minar as tradições senatoriais de bipartidarismo e consenso.

Lusa/Inforpress

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos