Reitora da Uni-CV vê na conferência internacional sobre Cidade Velha oportunidade de partilha de conhecimentos

Cidade da Praia, 28 Jan (Inforpress) – A Reitora da Universidade de Cabo Verde vê na Conferência Internacional “Cabo Verde e Atlântico – encruzilhada de pessoas, mercadorias e investimentos de capital (1460-1610)”, uma oportunidade de partilha de conhecimentos e possível cooperação com universidades estrangeiras.

Judite Nascimento deu esta informação hoje, em declarações à Inforpress, após receber em audiência investigadores estrangeiros na Reitoria da Universidade de Cabo Verde (Uni-Cv).

Sobre a audiência, Judite Nascimento explicou que a mesma serviu para dar as boas vindas a toda a equipa dos investigadores estrangeiros que estão em Cabo Verde para participar da supracitada conferencia, vindos de várias universidades e países.

Foi ainda, segundo a Reitora da Uni-CV, um momento para um primeiro contacto. “Pudemos promover o contacto directo para, quem sabe, futura cooperação com as universidades de onde vêm esses investigadores”, frisou.

Por outro lado, Judite Nascimento disse ser “importante” o facto de a Uni-CV ser convidada pela Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago e pela Associação de Amizade Itália Cabo Verde – KRIOL-ITÀ a integrar essa parceria tripartida na organização desse congresso internacional.

“Portanto, para nós, é um prazer e isso tudo é mais uma oportunidade para que os nossos investigadores possam também divulgar parte dos conhecimentos que têm produzido no domínio da história”, acrescentou Judite Nascimento, citando também a oportunidade da academia da Uni-CV, tanto professores como estudantes, terem contacto com investigações desenvolvidas por investigadores de universidades estrangeiras.

Um facto que, segundo aquela responsável, irá contribuir para enriquecer, sobretudo, a agenda de extensão universitária da Uni-CV, “um dos pilares mais importantes” daquela universidade.

A Conferência Internacional intitulada “Cabo Verde e Atlântico – encruzilhada de pessoas, mercadorias e investimentos de capital (1460-1610” enquadra-se nas festividades do Nhu Santo Nomi, na Cidade Velha, e é promovida pela Associação de Amizade Itália Cabo Verde – KRIOL-ITÀ, pela Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago e pela Universidade de Cabo Verde, esta última, através da Cátedra Unesco de História e Património.

Conta com especiais parcerias da Villa i Tatti, the Harvard University Center for Italian Renaissance Studies, Ministério da Cultura e Indústrias Criativas de Cabo Verde, através do IPC, do Município de Noli e do Forum Transregionale Studien, Berlin.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos