Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Reitora da Uni-CV realça necessidade de reafirmar “pertinência e relevância” do ensino superior

Cidade da Praia, 30 Mai (Inforpress) – A reitora da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) realçou hoje a necessidade de se reafirmar “a pertinência e a relevância” do ensino superior, afirmando que há um contra-senso nos discursos actuais sobre o ensino superior

Judite do Nascimento, que falava na abertura da primeira edição das jornadas científicas promovida pela Escola de Negócios e Governação (ENG), defendeu, por isso, que as universidades, sobretudo aquelas que são constituídas precisamente com uma responsabilidade pública e social de garantir o acesso dos cidadãos ao ensino, a formação e conhecimento, devem provar a sua utilidade.

“Antes a discussão era a volta da qualidade. Agora o que se discute mais quando se fala do ensino superior é a relevância e a pertinência do ensino superior. Será que as universidades são úteis ao país e nós não temos que simplesmente dizer que somos úteis. Temos que mostrar que a universidade é útil é relevante”, disse.

E a estratégia, segundo indicou, passa pela promoção um “bom nível de ensino”, da aposta em “investigação relevante” e através da “transferência de conhecimento” em direcção à resolução dos problemas concretos da sociedade.

“Temos de reconhecer que há muito contra-senso quando se diz precisamos de um ensino superior de qualidade, precisamos de investigação cientifica e inovação, quando se diz precisamos de um país que inova, que traz conhecimentos e soluções para os problemas e em contrapartida dizer que não é pertinente termos universidades”, declarou, ajuntando que num discurso internacional há que “mostrar com acções concretas”.

Neste sentido, considerou que a realização por parte da Escola de Negócios e Governação das primeiras jornadas científicas é um “contributo valido” para a transferência, sobretudo no sentido do intercâmbio de troca do conhecimento entre os investigadores, entre a academia e sociedade.

A primeira edição das jornadas científicas da ENG tem como tema “Desafios da governação e mercado de trabalho” e visa criar um espaço de debate para estimular o espírito de pesquisa na comunidade universitária e proporcionar momentos de apresentação, divulgação e reflexão científica.

“Economia e desenvolvimento”, “Governança e mercado de trabalho”, “Governança, diáspora e mercado de trabalho”, “Questões de género e mercado de trabalho”, “Direitos e igualdade e mercado de trabalho” e Educação financeira e mercado de trabalho” são os temas dos painéis constantes do programa das jornadas que têm a duração de dois dias.

A marcar o inicio do evento que tem a duração de dois dias foi realizada uma conferência inaugural sob o tema “Mercado do trabalho em Cabo Verde, situação actual e desafios”, a ser proferida pelo secretário-geral da Câmara de Comércio de Sotavento (CCS), José Luís Neves, que defende a criação de uma entidade independente para regular os concursos públicos e reactivação do observatório de emprego em Cabo Verde.

MJB/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos