Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Reitora da Uni-CV pede união para fortalecimento da Economia Azul no país

Cidade da Praia, 16 Ago (Inforpress) – A reitora da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), Judite Nascimento, defendeu hoje a união entre as instituições nacionais para o fortalecimento da Economia Azul em Cabo Verde, destacando o contributo da parceria internacional neste processo.

Judite Nascimento fez estas considerações na abertura do ateliê sobre “As oportunidades de negócios no âmbito da Economia Azul e os sectores das pescas, turismo e energia”, que decorre hoje e quarta-feira, 18, nas cidades da Praia e do Mindelo, respectivamente, promovido pela instituição que dirige, em parceria com o Instituto Nacional de Desenvolvimento de Pescas, Universidade de Vigo, Espanha, e a Pró-empresa.

A iniciativa visa, conforme a organização, fortalecer o debate sobre o empreendedorismo e a Economia Azul, promover e reforçar o ecossistema de empreendedorismo sustentável e reforçar o aproveitamento das oportunidades de negócios nessas áreas.

Aquela responsável destacou ganhos alcançados através da cooperação com a Embaixada do Reino da Espanha em Cabo Verde, nomeadamente o doutoramento em Oceanografia que, segundo ela, tem um “significado especial”, uma vez que, além de aumentar “as ofertas formativas de alto nível”, contribuiu para o reforço da parceria existente com a Universidade de Vigo.

Conforme realçou, o projecto Empreamar está a ter impactos na vida das famílias que estão ligadas ao sector da economia marítima.

“As formações que têm sido dadas e os projectos desenvolvidos e implementados têm impactos directo na vida das pessoas”, garantiu.

É neste sentido que Judite Nascimento reforçou que é necessária uma aliança público-privado e aproveitar “da melhor forma possível” as oportunidades existentes.

A “grande meta” da Uni-CV, segundo a reitora, é a criação de uma incubadora de empresas para transmitir aos estudantes finalistas, competências para uma “melhor integração” no mercado de trabalho.

Por sua vez, o coordenador da Cooperação Espanhola, Jaime Garcia, afirmou que, como financiador deste projecto, pretende fazer o seguimento das acções, por forma a estarem “bem coordenadas”, para se ter “melhor sinergias, melhor eficácia” e resultado para os empreendedores.

O mesmo considerou, também, que a coordenação e uma “boa parceria” são essenciais para se alcançar os objectivos pretendidos.

Empreamar  Cabo Verde é um projecto de empreendedorismo para o sector marítimo no país que visa a inovação para o desenvolvimento sustentável das zonas costeiras.

WM/LC//AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos