Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Reino de Espanha condecora o Director Nacional da Defesa com a Cruz de Oficial do Mérito

 

Cidade da Praia, 04 Dez – O director nacional da Defesa, o Tenente-Coronel Paulo Lopes foi hoje condecorado pelo Reino de Espanha com a Cruz de Oficial da Ordem do Mérito Civil, num acto presidido pela embaixadora desse país na Cidade da Praia, Caridad  Batalla.

Esta condecoração, conforme destacou a representante de Madrid em Cabo Verde, é o “reconhecimento pelo excelente trabalho” que Paulo Jorge Brito Lopes, enquanto director nacional da Defesa Nacional, tem desenvolvido e que tem ajudado a “aprofundar as relações” entre Espanha e Cabo Verde e, em particular, através da Unidade de Operações Especiais.

Caridad Batalla ressaltou ainda o “excelente profissionalismo” do homenageado, pelo que, segundo ela, foi uma “honra condecorar” esse militar que, neste momento exerce as funções de director nacional da Defesa Nacional.

Por sua vez, o homenageado, visivelmente emocionado, disse que esta condecoração é uma “das surpresas mais agradáveis” da sua vida profissional e prometeu continuar a servir os “nobres interesses de Cabo Verde”, no quadro das suas atribuições, enquanto militar e, também, na qualidade das funções que, neste momento, está a desempenhar.

Entretanto, ao usar da palavra no acto, o ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares, considerou que a distinção do Tenente-Coronel Jorge Lopes é também uma “condecoração às Forças Armadas de Cabo Verde pelo excelente trabalho que têm feito com o Reino de Espanha”.

Luís Filipe Tavares, que é também ministro dos Negócios Estrangeiros, revelou que num encontro com o Presidente do Governo de Espanha, Mariano Rajoy, por ocasião da recente Cimeira África-União Europeia, em Abidjan (Côte d’Ivoire), este lhe garantiu que “estão satisfeitos” com a cooperação actualmente existente entre o arquipélago e a Espanha, nomeadamente no sector da Defesa.

“Vamos continuar a trabalhar para estreitarmos ainda mais as nossas relações com os países membros da União Europeia”, precisou o chefe da diplomacia cabo-verdiana, para quem a Cimeira de Abidjan foi “muito reconfortante” no sentido de haver um “engajamento muito forte” da UE em relação a pequenos Estados insulares em desenvolvimento, como é o caso de Cabo Verde.

Para Luís Filipe Tavares esta condecoração “enaltece” o homenageado que é um “profissional sério e responsável”.

“Ele (Paulo Lopes) tem servido o seu país com responsabilidade e sentido de missão”, concluiu o ministro da Defesa.

Além do chefe de Estado das Forças Armadas, Anildo Morais, estiveram presentes no acto altas patentes militares e familiares do homenageado.

LC/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos