Recenseamento Geral da População 2020 “está praticamente concluído”, presidente do INE

Cidade da Praia, 26 Jul (Inforpress) – O presidente do Instituto Nacional de Estatística (INE), Osvaldo Borges, afiançou hoje que o processo Recenseamento Geral da População 2020 “está praticamente concluído”, e que após o alargamento do prazo, houve mais adesão por parte da população.

Este responsável avançou estas informações em declarações à imprensa, à margem do encontro de trabalho com a equipa da Agência Nacional de Estatística e Demografia do Senegal (ANSD) que está em Cabo Verde, de hoje a 31 deste mês, com vista a conhecer os procedimentos estatísticos realizados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo Osvaldo Borges, o processo está praticamente concluído e neste momento estão a ser feitas pequenas verificações no gabinete e algumas acções no terreno, salientando que o INE perspectiva apresentar os dados provisórios dentro do prazo que foi estabelecido.

“Após o alargamento do prazo, houve mais adesão dos cabo-verdianos e neste momento temos que agradecer a colaboração de todos os parceiros que tivemos neste processo. Tínhamos dito que depois do dia 07 teríamos um mês para apresentar os resultados e é dentro deste quadro que estamos a preparar a recolha destes dados”, disse.

O V Recenseamento Geral da População e Habitação (RGPH 2021 ou Censo 2021) arrancou no passado dia 15 de Junho com a recolha de dados junto dos sem abrigo, na Cidade da Praia.

Mais de dois mil profissionais estiveram no terreno para recensear todas as pessoas que estiveram em Cabo Verde de 16 a 30 de Junho, período de referência para recolher os dados.

Entretanto, devido à recusa e fraca participação das pessoas no terreno, o INE alargou o prazo da recolha de dados do V Recenseamento Geral da População e Habitação (RGPH-2021) para 07 de Julho de 2021.

Na altura, explicou que o V Recenseamento Geral da População e Habitação (RGPH-2021) arrancou em 16 de Junho e deveria terminar a 30 do mesmo mês, mas devido a problemas que as equipas tiveram no terreno, o prazo foi prolongado.

Devido ao contexto pandémico, que também adiou a operação de 2020 para 2021, o V RGPH contou com um plano de contingência, que foi implementado, respeitando todas medidas sanitárias e garantindo a segurança tanto dos agentes recenseadores como das famílias visitadas.

Para a realização desta operação, Cabo Verde contou com apoios financeiros e técnicos do Brasil, da Cooperação Espanhola, da Cooperação Luxemburguesa, da União Europeia e do escritório conjunto do PNUD, Unicef e FNUAP.

O Recenseamento Geral da População e Habitação, a maior operação estatística de Cabo Verde, realiza-se de dez em dez anos, de acordo com as orientações das Nações Unidas, e visa obter dados sobre a população e aspectos sociais relevantes que sirvam de base para uma planificação do desenvolvimento mais próxima da realidade do País.

O último censo foi realizado em 2010.

CM/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos