Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Realização de reunião de ministros do Turismo da CPLP no Fogo é prova da divulgação de outros destinos turísticos – director-geral

São Filipe, 12 Nov (Inforpress) – A realização da Xª reunião dos ministros do Turismo da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), na ilha do Fogo, é prova de divulgação de outros destinos turísticos que não sejam o sol e a praia.

A informação foi avançada hoje á Inforpress pelo director-geral do Turismo, Francisco Martins, na antevisão daquilo que irá ser a reunião dos ministros do Turismo da CPLP que vai decorrer de 13 a 15, na ilha do Fogo, uma das ilhas “mais pujante” em activos turísticos, declarou, e que tem tido uma “procura bastante interessante”, estando os responsáveis do sector a trabalhar para divulgar os destinos turísticos de Cabo Verde que não seja só sol e praia.

Um dos objectivos da reunião, segundo explicou a mesma fonte, é tirar o foco daquilo que é o turismo de praia e sol, “que é uma procura que existe e que as autoridades têm de saber gerir”, sublinhando que “não há nada de mal em ter as ilhas de Boa Vista e Sal a responder estas solicitações”, mas pretende-se que o turismo em Cabo Verde seja inclusivo, democrático e que permita aos cidadãos, empresários e privados estarem na cadeia dos valores e não somente os grandes grupos.

O director-geral do Turismo indicou que todos os operadores privados cabo-verdianos devem beneficiar do turismo, incluindo as populações de Santo Antão a Brava.

A ilha do Fogo, no dizer de Francisco Martins, tem “enormes potencialidades” em turismo de natureza, eco-turismo, turismo cultural, religioso, dos desportos náuticos e de cruzeiro, sublinhando que a realização do encontro dos ministros do Turismo de CPLP é para demonstrar que a intenção de diversificar e descentralizar o turismo não é só no papel, mas é de facto real e que acções concretas que estão a ser implementadas para que isso aconteça.

“Este encontro é mais do que uma prova de que o Governo está a levar muito a sério o pensamento de diversificar e descentralizar o turismo pelas ilhas mais procuradas”, disse.

No encontro, de entre vários outros assuntos, os titulares das pastas do Turismo na CPLP vão abordar o tema da circulação das pessoas na comunidade, que é constituída por nove países em quatro continentes, razão pela qual a “conectividade e facilidade de entrada” é um “factor importante” para que qualquer cidadão da comunidade se sinta livre de circular entre os países, tanto para turismo como para assuntos de negócios e cultura.

Segundo Francisco Martins é necessário aprofundar estas questões além de outras que vão surgir durante o encontro, destacando que “é essencial definir uma estratégia comum” em que a comunidade possa tirar partido da sua potencialidade na América do Sul, Europa, África e Ásia.

Segundo o mesmo, a parte logística será finalizada hoje para receber os convidados, que já começaram a chegar para a reunião dos ministros de Turismo, que acontece no dia 15, depois de dois dias de trabalho dos pontos focais dos diferentes países.

A abertura dos trabalhos da VIª reunião dos pontos focais do turismo da CPLP vai ser presidida pelo ponto focal de Cabo Verde, Francisco Martins, e pelo presidente da Câmara Municipal de São Filipe, Jorge Nogueira.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos