Provedor de Justiça quer ver como que os idosos são tratados nos centros de acolhimento

Cidade da Praia, 02 Mai (Inforpress) – O Provedor de Justiça, José Carlos Delgado, visita esta quinta-feira os centros de idosos da Praia para se inteirar do funcionamento destas instituições de cariz social, bem como os desafios e as dificuldades que enfrentam.

Segundo José Carlos Delgado, em declarações à Inforpress, esta visita realiza-se no quadro da estratégia de operacionalização das atribuições do Provedor de Justiça nas áreas sociais.

Na capital, funcionam três centros de idosos: Residência de Idosos Jardim dos Afetos (propriedade da Fundação Jorge Ribeiro), Centro do Dia, da Cruz Vermelha de Cabo Verde, e Centro de Idosos de Castelão, afecto à Câmara Municipal da Praia.

Entretanto, nos dias 10 e 11, o Provedor de Justiça tem agendado visitas à Cadeia Central de São Martinho, o maior estabelecimento prisional do País.

O relatório do Departamento de Estado norte americano sobre os direitos humanos recentemente divulgado revela que existem situações de “superlotação e condições sanitárias inadequadas” em algumas cadeias do País, com destaque para a Cadeia de São Martinho.

Reagindo ao documento norte americano, a ministra da Justiça, Joana Rosa, admitiu que o maior problema existe na Cadeia Central da Praia, adiantando que está em andamento o lançamento do concurso para a construção de novas celas.

“Vamos montar cabines telefónicas para que os reclusos possam contactar com as respectivas famílias”, prometeu a governante.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos