Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Produção na construção civil aumenta 9,8% no 2º trimestre face ao período do ano de 2017

Cidade da Praia, 13 Set (Inforpress) – A produção na construção civil aumentou 9,8% no segundo trimestre de 2018, face ao mesmo período do ano passado, tendo registado valor superior em 1,8 pontos percentuais em relação ao trimestre anterior.

De acordo com os dados do Índice de Produção na Construção Civil, divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), contribuíram para essa variação homóloga positiva as categorias dos materiais de esquadria (44,3%), dos materiais de base (11,0%), materiais de revestimento (4,0%9, “materiais de instalação e canalização sanitária” (3,2%), “materiais de pintura” (3,0%).

Por outro lado, o material de eletricidade registou uma variação negativa (-8,1%), que, entretanto, foi suplantada pelas outras categorias de materiais.

Os dados mostram ainda que no 2º trimestre de 2018, o índice de produção dos materiais de base fixou-se em 89,2, tendo conhecido um acréscimo de 11,0% relativamente ao mesmo período do ano anterior.

No período em análise, o índice de produção dos materiais de revestimento situou-se em 127,7 apresentando um crescimento de 4,0% relativamente ao trimestre homólogo.

Mesma tendência foi registada quanto ao índice de produção dos materiais de pintura que se fixou em 193,5, com um crescimento de 3,0% face ao mesmo período do ano 2017.

No que que se refere à variação trimestral do índice de produção na construção civil a taxa fixou-se, no 2º trimestre de 2018, em 12,2%, valor superior em 10,5 pontos percentuais (p.p) face ao registado no trimestre anterior.

Registaram-se aumento de produção de maior relevância nos grupos de materiais esquadria (56,1%), materiais de base (14,1%), materiais de instalação e canalização sanitária (5,4%), materiais de revestimento (5,3%), e materiais de pintura” (2,5%).

Por outro lado, registou-se a diminuição na produção de materiais de eletricidade (-6,8%) e de outros materiais de construção (-4,3%).

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos