Pró-Capital pretende ser o selo de qualidade dos projectos a procura de financiamento – presidente

Cidade da Praia, 29 Jul (Inforpress) – A presidente da Pró-Capital, Adalgisa Vaz, disse hoje, na Cidade da Praia, que a instituição que pretende ser o “selo de qualidade” dos projectos a procura de financiamento.

A pretensão foi manifestada durante o lançamento público da montagem financeira, que atribui licenças a 18 taxistas mais antigos do município da Praia, que se encontram em pleno exercício das suas funções e que não possuam licença em nome próprio.

Essa montagem financeira é constituída pelos taxistas num agrupamento complementar de empresas formado pela Pró-Capital e pelas 18 empresas em nome individual, criadas pelos taxistas.

De acordo com Adalgisa Vaz, a Pró-Capital tem privilegiado uma abordagem articulada e interactiva no seu relacionamento com as instituições financeiras nacionais e internacionais.

Por isso, garantiu que o ecossistema de financiamento à economia é “vibrante” e informou que Banco Comercial de Atlântico (BCA), uma das parceiras, com a participação da Pró-Capital, aplicou uma taxa de seis por cento aos taxistas e chefes de família beneficiados com este projecto.

O vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, que presidiu ao acto, enalteceu essa parceria entre as empresas e afirmou, mais uma vez, que há recursos financeiros, “mas somente para os cumpridores”.

Trata-se do primeiro agrupamento complementar de microempresas em Cabo Verde promovido pela Pró-Capital para acesso ao financiamento no âmbito do Ecossistema de Financiamento à Economia em condições preferências.

OM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos