Primeiro Prémio Candango de Literatura Lusófona lançado e com inscrições abertas

Lisboa, 01 Mai (Inforpress) – Um novo prémio destinado a contemplar, em oito categorias, obras literárias escritas por autores de língua portuguesa, foi lançado esta semana em Brasília e as inscrições estão abertas até 28 de Maio, para livros publicados em 2021.

O I Prémio Candango de Literatura irá premiar, com um total de cerca de 34 mil euros, seis obras literárias escritas por autores da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) nas categorias de melhor romance, melhor livro de poesia, melhor livro de contos, melhor livro de autor nascido ou residente em Brasília, melhor capa e melhor projecto gráfico, anunciaram os organizadores, que fizeram o lançamento oficial do galardão na capital do Brasil.

Além disso, serão também distinguidos dois projectos de incentivo à leitura, um de “melhor incentivo à leitura do ano de 2021″ e outro de “melhor incentivo à leitura para pessoas com deficiência também em 2021”.

Os vencedores das categorias de melhor romance, livro de poesia, livro de contos e autor residente no Distrito Federal receberão o equivalente a 30.000 reais (5,8 mil euros) cada.

Para as categorias melhor capa e projecto gráfico, o valor será de 12.000 reais (2,3 mil euros), para as categorias melhor iniciativa de incentivo à leitura, geral e para pessoas com deficiência, o valor a atribuir será de 15.000 reais a cada (2,9 mil euros).

Este prémio, que é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, pretende estreitar os laços culturais entre o Brasil e os restantes países que integram a CPLP: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Os organizadores justificam que, “apesar de presente em vasto território no planeta, o idioma português abrange uma área descontínua, que passeia por diferentes continentes, como América do Sul, Europa, África e Ásia”.

As inscrições são gratuitas e só podem ser feitas através da página oficial do evento, em www.premiocandangodeliteratura.com.br, pelo próprio autor ou seu procurador, ou pela editora. Os candidatos precisam também de comprovar a sua actuação na área há pelo menos dois anos.

Gerido pelo Instituto Cultural Casa de Autores, presidido pelo escritor Maurício Melo Júnior, e com curadoria do premiado escritor Ignácio de Loyola Brandão, o prémio vai buscar o nome Candango à personagem que nasce da confluência destas culturas lusófonas.

Embora a sua origem se tenha perdido no emaranhado da construção quotidiana da língua portuguesa, o vocábulo de cunho pejorativo era usado pelos africanos para designar os portugueses colonizadores.

Com o tempo, acabou por se tornar símbolo de pertença dos diversos povos brasileiros que construíram Brasília.

De acordo com o edital do concurso, o júri do prémio é constituído por 11 profissionais com experiência e reconhecimento na área da literatura, cada um dos quais deverá seleccionar dez livros para cada categoria. Os vencedores serão escolhidos por votação pelo júri completo e receberão, além dos prémios em dinheiro, o Troféu Candango de Literatura.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos