Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Primeiro-ministro diz que novo mandato será orientado para o desenvolvimento sustentável

Cidade da Praia, 20 Mai (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia Silva, disse hoje, no seu discurso de tomada de posse, que aconteceu no jardim da Presidência da República, que este segundo mandato à frente do Executivo cabo-verdianos será orientado para o desenvolvimento sustentável.

“Este novo mandato que se inicia será orientado para o desenvolvimento sustentável. Dispomos de uma Agenda Ambição Cabo Verde 2030 amplamente participada na sua elaboração. Vamos executá-la e cumpri-la com boa governança, com recursos humanos qualificados, com uma economia diversificada e exportadora, com inclusão e protecção social, com coesão territorial e com um ambiente de estabilidade e paz social”, afirmou.

Ulisses Correia e Silva disse ainda no seu discurso que para o aumento da resiliência e a diversificação da economia, o programa do Governo apostará forte no desenvolvimento do capital humano, bem como na aceleração da transição energética, na acção climática, na estratégia de água para a agricultura, no desenvolvimento da economia azul e na economia digital.

O chefe do Governo frisou ainda que a sua equipa irá trabalhar para combater a Covid-19, massificando a vacinação.

“Trata-se de um combate determinante para a retoma e o relançamento sustentável da economia e da vida social do País. O plano de vacinação está em curso e deverá assegurar a vacinação a 70% da população, até final deste ano de 2021. Mais vacinas chegarão ao País brevemente”, acrescentou.

O emprego, a eliminação da pobreza extrema e a redução da pobreza absoluta mereceram lugar no discurso de Ulisses Correia e Silva, como “grandes prioridades”.

“Trabalharemos com afinco para mais oportunidades para os jovens, através de educação inclusiva e de excelência, de qualificação para a empregabilidade e de um ecossistema favorável ao empreendedorismo. É nosso compromisso reduzir, de forma significativa, o número de jovens fora do emprego, da educação e da formação”, garantiu.

Correia e Silva disse ainda que o seu Governo lançará brevemente um “forte pacote social” dirigido às famílias em situação de pobreza extrema e economicamente vulneráveis e que integra o alargamento do acesso a rendimentos, a cuidados, à educação, formação, inclusão produtiva, saúde, segurança social e habitação condigna.

O VIII Governo Constitucional da segunda República, com 28 membros, tem mais oito em relação à legislatura anterior, dos quais cinco mulheres, uma a mais em relação à IX Legislatura.

GSF/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos