Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Primeiro-ministro decide atribuir passaporte diplomático ao campeão mundial Matchú Lopes

 

Cidade da Praia, 14 Mai (Inforpress)  – O Governo decidiu este sábado atribuir passaporte diplomático ao kitesurfista cabo-verdiano, Matchú Lopes, campeão mundial e que já havia manifestado a sua determinação em competir pela Espanha em detrimento da bandeira cabo-verdiana.

A informação é revelada pelo próprio primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, na sua página oficial da rede social, que explicou que teve uma “boa conversa com o Matchú Lopes, nosso campeão mundial de kitesurfing”.

“Foram desfeitos equívocos. Ele aceita receber passaporte diplomático, e o Governo já decidiu atribui-lo”, lê-se na missiva.

“Coloquei-lhe à vontade quanto ao melhor caminho que ele pretender escolher para o seu percurso desportivo. Se a sua decisão for no sentido de obter a nacionalidade espanhola e ter outras condições que Cabo Verde não lhe consegue dar, nós não deixaremos de o apoiar. O importante é que ele é e será sempre o nosso campeão mundial”, explica o chefe do Governo.

Matchú Lopes, campeão do Mundo em “wave & free style”, prometera passar a competir pela bandeira da Espanha, em detrimento de Cabo Verde, alegando sentir-se cansado e desiludido com as autoridades nacionais “por incumprimento de promessas”.

Em causa estava o facto de o atleta sentir-se “abandonado depois de ter estado seis meses a espera de um passaporte diplomático e de um seguro para poder representar Cabo Verde”, pelo que afirmara estar a passar por uma ilusão que o deixa triste quando, a seu ver, “estava a pedir o mínimo a Cabo Verde para evitar tantas burocracias nas fronteiras nas viagens ao estrangeiro”.

SR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos